sicnot

Perfil

Refugiados na Europa

Refugiados na Europa

Crise Migratória na Europa

UE ajuda Sérvia com câmaras de imagem térmica e formação

Refugiados sírios atravessam a fronteira entre a Sérvia e a Hungria

© Bernadett Szabo / Reuters

A União Europeia vai fornecer à Sérvia câmaras de imagem térmica para ajudar a prevenir o afluxo de migrantes às suas fronteiras, anunciou hoje a missão da UE em Belgrado.

A delegação da UE em Belgrado e a Organização Internacional para as Migrações "assinaram um contrato de um milhão de euros" que prevê "um sistema fixo de vigilância térmica, câmaras de imagem térmica portáteis", bem como a formação de pessoal e uma ajuda administrativa, indica um comunicado da União.

Está ainda previsto o destacamento "de até 50 oficiais de países membros da UE" para apoiar a polícia de fronteiras sérvia.

A UE vai também fornecer "um número significativo de veículos e de pessoal, assim como um apoio para reforçar as capacidades de acolhimento" da Bulgária, país de onde vem a maioria dos refugiados que entram na Sérvia.

Utilizada por centenas de milhares de migrantes, a rota dos Balcãs foi encerrada em março, mas são ainda muitos os que tentam diariamente alcançar a Europa Ocidental. Ascendem a cerca de 6.000 na Sérvia, vivendo em campos por vezes com condições sanitárias precárias.

A Sérvia reforçou no verão o controlo das suas fronteiras e o exército participa agora nas patrulhas. Belgrado apelou a uma solução global para a questão dos migrantes, alertando não ter meios para acolher um número elevado de pessoas bloqueadas "à porta" da Europa.

Segundo as autoridades sérvias, 102.000 migrantes foram registados no país desde o início do ano.

Lusa

  • Passos Coelho pede desculpa aos portugueses
    3:35
  • População afetada pelo fogo tenta repor o que as chamas destruíram
    1:54
  • "Juntos por Todos" hoje no palco em Lisboa
  • Glifosato na lista de produtos cancerígenos na Califórnia

    Mundo

    O estado norte-americano da Califórnia, nos Estados unidos, pode vir a obrigar o fabricante do popular herbicida Roundup a comercializar o produto com um rótulo que informe os consumidores de que o produto é cancerígeno. O glifosato, princípio ativo do herbicida Roundup fabricado pela Monsanto, consta de uma lista que vai ser divulgada na Califórnia, a 7 de julho, de produtos químicos potencialmente cancerígenos.

  • Pyongyang compara Trump a Hitler

    Mundo

    A Coreia do Norte compara o Presidente norte-americano Donald Trump a Adolf Hitler. Pyongyang já acostumou o mundo à sua linguagem "colorida" quando critica os seus inimigos. Mas comparações com o responsável por mais de 60 milhões de mortes são muito raras.

  • Autarca garante que não houve "touros de fogo"

    País

    O presidente da Câmara de Benavente disse esta segunda-feira à Lusa que a atividade "touros de fogo" foi retirada do programa da Festa da Amizade depois de recebido um parecer desfavorável da Direção-Geral de Veterinária.