sicnot

Perfil

Refugiados na Europa

Refugiados na Europa

Crise Migratória na Europa

Quatro detidos no Egito por suspeita de tráfico humano

© Reuter

Quatro homens foram detidos esta quinta-feira no Egito por suspeita de tráfico de seres humanos na sequência do naufrágio de uma embarcação com migrantes no Mediterrâneo que causou pelo menos 42 mortos, disseram responsáveis da justiça e segurança.

Os quatro egípcios faziam parte dos 163 resgatados e foram acusados de "tráfico de seres humanos" e de "homicídio involuntário", informou um procurador.

O naufrágio ocorreu na quarta-feira a cerca de 12 quilómetros da costa da cidade egípcia de Rosetta, meses depois da agência de fronteiras da União Europeia, Frontex, ter alertado para o número crescente de migrantes que estavam a escolher o Egito como ponto de partida da viagem marítima para alcançar a Europa.

Os traficantes muitas vezes sobrecarregam as embarcações, algumas com poucas condições de navegabilidade, para conseguirem o máximo de dinheiro dos desesperados migrantes.

Mais de 10.000 pessoas morreram ao tentarem atravessar o Mediterrâneo para alcançarem a Europa desde 2014, segundo as Nações Unidas.

Lusa

  • O dia que roubou dezenas de vidas em Pedrógrão Grande
    3:47
  • Morreu Miguel Beleza

    País

    Miguel Beleza, economista e antigo ministro das Finanças, morreu esta quinta-feira de paragem cardio-respiratória aos 67 anos.

  • "Estamos a ficar sem espaço. Está na hora de explorar outros sistemas solares"

    Mundo

    O físico e cientista britânico Stephen Hawking revelou alguns dos seus desejos para um novo plano de expansão espacial. Hawking está em Trondheim, na Noruega, para participar no Starmus Festival que promove a cultura científica. E foi lá que o físico admitiu que a população mundial está a ficar sem espaço na Terra e que "os únicos lugares disponíveis para irmos estão noutros planetas, noutros universos".

    SIC

  • Não posso usar calções... visto saias

    Mundo

    Perante a proibição de usar calções no emprego, um grupo de motoristas franceses adotou uma nova moda para combater o calor. Os trabalhadores decidiram trocar as calças por saias, visto que a peça de roupa é permitida no uniforme da empresa para a qual trabalham.

  • De refugiada a modelo: a história de Mari Malek

    Mundo

    Mari Malek chegou aos Estados Unidos da América quando era ainda uma criança. Chegada do Sudão do Sul, a menina era uma refugiada à procura de um futuro melhor, num país que não era o seu. Agora, anos depois, Mari Malek é modelo, DJ e atriz, e vive em Nova Iorque. Fundou uma organização sediada no país onde nasceu voltada para as crianças que passam por dificuldade, como também ela passou.