sicnot

Perfil

Refugiados na Europa

Refugiados na Europa

Crise Migratória na Europa

Refugiados vão receber uma espécie de "Portugal numa caixa"

Os refugiados acolhidos em território nacional vão receber um "Welcome kit", uma espécie de "Portugal numa caixa", que contém um "guia rápido" sobre a nossa língua, história, direitos, um cartão de telemóvel e até um exemplar da Constituição portuguesa.

O 'kit', hoje apresentado em Guimarães, segundo o ministro-adjunto Eduardo Cabrita faz parte de uma "estratégia singular" na forma de acolher aquelas pessoas, assente numa "grande participação da sociedade civil e na descentralização" e mostra que Portugal "está do lado certo da História" ao responder positivamente ao "desafio de solidariedade" que a questão dos refugiados representa

Aliás, o consenso na questão do acolhimento aos refugiados foi mesmo enaltecido pela vice-presidente da Assembleia da República, Teresa Caeiro, que salientou a "unanimidade" entre as várias forças políticas sobre aquela questão considerando que essa é uma "conquista" de Portugal.

"Esta pequena caixa é uma ideia fora da caixa para que Guimarães seja ponto de partida, ponto de acolhimento para um país que queremos justo e solidário" afirmou Eduardo Cabrita.

"Este é um desafio de solidariedade. Uma Europa da liberdade deve ter capacidade de acolher solidariamente aqueles que vítimas da guerra nos procuram", explanou.

Assim, explicou o governante, aquele 'kit' "permitirá facilitar o acolhimento, apressar a integração, informar aqueles que virão para Portugal, ainda em Itália, Grécia e Turquia" ou seja, resumiu, é um "guia rápido para conhecer Portugal".

No mesmo sentido, a vice-presidente da Assembleia da República salientou que "os refugiados que precisam não só de uma casa mas também de integração" na sociedade.

"É uma forma de dizer bem-vindos a todos os que vem para Portugal, tantas vezes fugidos do perigo, do medo, vindo através do perigo, da dor, do terror mas agora, aqui chegados, sejam muito bem-vindos", disse.

A parlamentar enalteceu ainda o consenso político em torno da questão dos refugiados: "Num parlamento onde existem tantas divergências esta é uma questão unânime, não temos qualquer divergência entre as várias forças políticas no que se refere ao acolhimento de refugiados", disse.

"É uma grande conquista", salientou.

Assim, aos mais de 600 refugiados que já estão em território nacional e aos que para cá se dirigem será entregue uma caixa de papelão com um "leque estilo dicionário" em várias línguas, uma Constituição da República Portuguesa, uma ´pen' com um vídeo informativo, em várias línguas, sobre direitos, liberdades e garantias que o nosso país oferece, uma t-shirt e informação vária sobre Portugal.

Hoje chegaram mais 21 refugiados a Portugal, que se vão juntar aos mais de 600 que já estão acolhidos em 68 municípios, podendo o número de pessoas acolhidas, ao abrigos de programas europeus, alcançar os 5 mil.

Lusa

  • Deputado do PS abandona partido e pode colocar em causa maioria parlamentar
    2:28

    País

    Domingos Pereira foi eleito pelo círculo de Braga. Agora, vai demitir-se do Partido Socialista e entregar o cartão de militante. Contudo, mantém-se no Parlamento, passando assim a deputado independente na Assembleia da República. Pode estar em causa a maioria parlamentar quando o PCP se abstiver.

    Notícia SIC

  • Pedro Dias recusou mostrar caligrafia
    2:29

    País

    Pedro Dias forneceu esta segunda-feira ADN aos peritos do laboratório da polícia científica. O suspeito dos crimes de Aguiar da Beira também foi intimado a entregar amostras da própria caligrafia, mas recusou fazê-lo.

  • Autoridades italianas prosseguem buscas por desaparecidos em avalancha
    0:54
  • "O México não acredita em muros"
    0:45

    Mundo

    Em resposta a Donald Trump, o Presidente mexicano diz que o país não acredita em muros, mas em pontes. Enrique Peña Nieto diz ainda que o México vai procurar dialogar com os Estados Unidos sem confrontos, mas também sem submissão.

  • Carolina do Mónaco celebra o 60.º aniversário
    2:13

    Mundo

    Carolina do Mónaco celebra esta segunda-feira o 60.º aniversário. Em 60 anos, foi criança mediática, jovem rebelde e, agora, matriarca sem ser rainha. Carolina do Mónaco nunca saiu das revistas, por ser filha de Grace Kelly e Rainier do Mónaco, por ter somado namorados pouco recomendáveis para princesas, por ter perdido o pai dos seus filhos num terrível acidente.

  • Ator morre baleado durante gravações de videoclip na Austrália

    Mundo

    Um ator morreu depois de ter sido baleado durante as gravações de um videoclip da banda Bliss n Eso, na cidade australiana de Brisbane. A vítima foi identificada como Johann Ofner, de 28 anos. O homem chegou a receber a ser socorrido, mas não resistiu aos ferimentos.