sicnot

Perfil

Refugiados na Europa

Refugiados na Europa

Crise Migratória na Europa

Número de mortos em naufrágio na costa do Egito sobe para 202

Novos corpos foram esta terça-feira recuperados ao largo do Egito, elevando para pelo menos 202 mortos o balanço do naufrágio de uma embarcação de pesca ocorrido na semana passada e que transportava centenas de migrantes, divulgaram as autoridades egípcias.

A embarcação virou-se na quarta-feira passada no Mediterrâneo, a cerca de 12 quilómetros ao largo da cidade portuária de Rosetta, e transportava pelo menos 450 migrantes, segundo os testemunhos de vários sobreviventes.

"O número de mortos no naufrágio de uma embarcação com migrantes ao largo de Rosetta subiu para 202", anunciou o Ministério da Saúde egípcio num comunicado, precisando que "33 corpos foram recuperados" durante o dia de hoje.

O anterior balanço do naufrágio dava conta de mais de 160 mortos.

"A embarcação está a ser transportada para terra", indicou, em declarações à agência francesa noticiosa AFP, Wahdan al-Sayyed, um porta-voz da província de Beheira, onde está localizada a cidade portuária.

O mesmo porta-voz tinha anunciado anteriormente que os destroços da embarcação tinham sido colocados novamente a flutuar e que as equipas de resgate tinham conseguido ter acesso à câmara frigorífica da embarcação de pesca, onde viajavam mais de 100 pessoas, de acordo com os testemunhos de sobreviventes.

Pelo menos 163 pessoas foram resgatadas pelas equipas de socorro.

A maioria dos sobreviventes são oriundos do Egito, mas também existem pessoas do Sudão, Eritreia, Síria e da Etiópia, segundo a Organização Internacional para as Migrações (OIM).

Este naufrágio surge meses após responsáveis da agência de gestão de fronteiras da União Europeia (Frontex) ter alertado para o crescente número de migrantes que tentam alcançar a Europa a partir do Egito, um novo ponto de partida para a perigosa travessia e que surge na sequência do encerramento da rota dos Balcãs e do acordo União Europeia (UE) /Turquia sobre migrações e refugiados.

As embarcações disponibilizadas pelos traficantes estão muitas vezes em mau estado e sobrelotadas com passageiros que pagaram a viagem.

Segundo o Alto-Comissariado da ONU para os Refugiados (ACNUR), as partidas de embarcações do Egito representam cerca de 10% das chegadas à Europa.

A agência da ONU informou na sexta-feira que mais de 4.600 pessoas não egípcias, grande parte oriunda do Sudão e da Etiópia, foram detidas este ano quando tentavam viajar por mar a partir da costa norte do Egito.

"Perto de 302.149 migrantes e refugiados entraram na Europa por mar durante o ano corrente", indicou hoje a OIM num comunicado, precisando que estas chegadas são feitas principalmente via Grécia e Itália.

Cerca de 3.500 pessoas estão dadas como desaparecidas ou perderam a vida quando tentavam atravessar o Mediterrâneo em direção à Europa, de acordo com a ONU.

Lusa

  • Pablo Bravo: o chileno suspeito de um assalto milionário em Gaia
    6:01

    País

    As autoridades receiam um aumento da violência nos assaltos de redes sul-americanas em Portugal, à semelhança do que tem acontecido noutros países europeus. Pablo Bravo é um chileno com um longo cadastro criminal que, em Portugal, é suspeito de um assalto milionário a um hipermercado, em Gaia e, dias depois, foi detido em flagrante, em Paris, a tentar roubar uma loja de relógios de luxo.

    Notícia SIC

  • Obras para as novas instalações da SIC já começaram
    1:54

    País

    As obras do novo estúdio da SIC e SIC Notícias vão começar. A ampliação do edifício do grupo Impresa vai unir os funcionários do grupo num único espaço, com uma área de 750 metros. O Presidente da Câmara de Oeiras entregou esta terça-feira a licença de obra.

  • Cada vez mais pessoas viajam no Carnaval e Páscoa
    3:08

    Economia

    A procura de viagens na altura do Carnaval e Páscoa tem vindo a aumentar e vários destinos já estão esgotados já que muitas pessoas optam por tirar dias de férias nesta altura do ano. Em contagem decrescente, as agências de viagens não têm tido mãos a medir com promoções e ofertas para destinos variados e adequados a várias bolsas.

  • Jovem indiano acorda a caminho do próprio funeral

    Mundo

    Um jovem indiano chocou os seus pais e amigos, depois de acordar no caminho para o seu próprio funeral. No mês antes, Kumar Marewad foi levado para o hospital após ser mordido por um cão de rua, ficando em estado grave.

  • Carro "desgovernado" entra em loja e atropela cliente

    Mundo

    O cliente de um mini-mercado no condado de Bronx, em Nova Iorque, sobreviveu de forma incrível ao impacto de um automóvel que entrou loja adentro. Apesar da violência das imagens, o homem sobreviveu e conseguiu mesmo sair da loja pelo próprio pé até ser transportado para o hospital.

  • Bilhete de desculpas valeu uma bolsa de estudo

    Mundo

    Um jovem chinês ganhou uma bolsa de estudos no valor de 10 mil yuan (cerca de 1.380 euros), depois de danificar acidentalmente um carro de luxo. Isto, porque após os estragos, o jovem deixou um bilhete de desculpas ao dono, assim como todo o dinheiro que tinha com ele, como compensação.

  • Pulseira deixa sentir os movimentos do bebé ainda na barriga da mãe

    Mundo

    A pulseira Fibo permite que os futuros pais (ou mães) consigam sentir os seus filhos a dar pontapés ainda na barriga da mãe. Desenvolvida por um designer de joias da Dinamarca, a pulseira vai transmitir os movimentos do bebé no útero, de modo a que os pais possam partilhar essa experiência da gravidez.