sicnot

Perfil

Refugiados na Europa

Refugiados na Europa

Crise Migratória na Europa

Polícia Marítima quer realizar nova missão na Grécia em 2017

A Polícia Marítima conta realizar a partir de maio de 2017 uma nova missão na Grécia de busca e salvamento de migrantes e refugiados, anunciou esta sexta-feira a corporação, que aguarda apenas uma resposta da agência Frontex.

"Tendo em conta este flagelo que a Europa está sujeita devido aos problemas que existem no Médio Oriente, a agência Frontex abriu novamente ofertas para o ano que vem, o nosso comandante-geral respondeu positivamente. Em princípio vamos manter o mesmo nível de empenhamento que tivemos este ano", disse o chefe da área de operações da Polícia Marítima, comandante Dias Martins, em entrevista à agência Lusa.

O comandante Dias Martins adiantou que a missão na Grécia deverá realizar-se a partir de maio de 2017 durante seis meses, estando a Polícia Marítima (PM) a aguardar uma resposta da Agência Europeia da Gestão da Cooperação Operacional nas Fronteiras Externas dos Estados-membro da União Europeia (Frontex).

Uma equipa da PM, composta por seis agentes, terminou hoje uma missão de um ano na ilha grega de Lesbos em que o principal objetivo foi salvar as vidas dos milhares de migrantes e refugiados que querem a todo o custo chegar à Europa.

"Este problema não tem fim à vista, enquanto existirem conflitos no Médio Oriente. Não prevejo que haja um fim para esta massa humana que anda de um lado para o outro", sustentou o comandante Dias Martins.

O chefe da área de operações da PM, que esteve várias vezes na Grécia para apoiar a equipa portuguesa, destacou a importância da missão que hoje termina, que foi diferente de uma anterior realizada pela corporação também na Grécia, em 2014.

"Esta missão é completamente diferente. A primeira vez que a PM foi para a Grécia, a nossa missão era de interdição de fronteiras, ou seja, era de não deixar entrar ninguém, estamos a falar finais de 2014 (...). Em 2015, a filosofia da missão era completamente diferente, ou seja, embora estejamos a vigiar fronteiras contra todo tipo de crimes, os refugiados e migrantes são bem-vindos e é para serem ajudados", disse.

Segundo Dias Martins, a postura da PM na missão foi de "ajudar para que não haja mortos no mediterrâneo".

O mesmo responsável disse ainda que é fundamental este tipo de missões para a PM, porque toma contato com realidades diferentes e partilha experiências com equipas de outros países que também fizeram parte da missão Frontex, nomeadamente da Suécia, Noruega e Polónia.

Num ano, a equipa portuguesa realizou 94 missões de busca e salvamento e resgatou do mar Egeu 3.674 pessoas, 894 eram crianças e bebés e 793 mulheres, segundo um balanço feito à agência Lusa.

Lusa

  • "Claramente que há mandantes e que foi uma operação organizada"
    4:14

    Crise no Sporting

    Os 23 detidos por suspeitas de terem participado no ataque à Academia de Alcochete ficaram em prisão preventiva. Miguel Sousa Tavares considera que a decisão "é mais para ser exemplar". O comentador da SIC acredita que há mandantes e que esta foi uma "operação organizada". Sousa Tavares diz ainda que os "políticos não têm coragem para impor as leis" e que em Portugal "brinca-se com a lei".

    Miguel Sousa Tavares

  • "Sempre nos disseram que bastava o Aves ganhar para estar na Liga Europa"
    0:34

    Desporto

    O Presidente da SAD do Desportivo das Aves garante que não houve esquecimento ou atraso na inscrição do clube na Liga Europa. Luiz Andrade afirma que sempre lhe disseram que bastava vencer a Taça de Portugal para marcar presença na competição e que ainda não sabe se o clube pode ou não jogar a fase de grupos da competição europeia.

  • "Fui violada por Harvey Weinstein aqui em Cannes"
    1:02

    Cultura

    A cerimónia de encerramento do Festival de Cinema de Cannes ficou ainda marcada pelo discurso de Asia Argento. A atriz italiana que acusou Harvey Weinstein de a ter violado justamente numa das edições do festival de Cannes, e que há mais abusadores à solta.

  • As primeiras imagens das quatro crias da lince Malva
    0:20
  • Exército sírio declara Damasco "totalmente segura"

    Mundo

    O exército sírio proclamou esta segunda-feira a capital Damasco e também os arredores, como locais "totalmente seguros". O anúncio foi feito em clima de festa, depois de os militares terem reconquistado os bairros do sul da cidade, até agora nas mãos do Daesh.

  • Jovem britânico em fuga é detido depois de responder à polícia no Facebook

    Mundo

    Através do Facebook, a polícia de West Yorkshire mostrou-se preocupada perante o desaparecimento de um jovem de 21 anos e pediu por informações que pudessem leva-los a descobrir Leon Smith. Contudo, o que não deveriam estar à espera, era que o próprio desaparecido respondesse na rede social e que desafiasse a polícia a "fazer o seu trabalho". As autoridades acabaram por localizar o jovem no mesmo dia.

    SIC