sicnot

Perfil

Refugiados na Europa

Refugiados na Europa

Crise Migratória na Europa

Mais de 300 mil migrantes e refugiados chegaram por mar à Europa em 2016

A Organização Internacional para as Migrações (OIM) divulgou esta terça-feira um novo balanço, reportando que, neste ano, 302.975 migrantes e refugiados entraram na Europa por via marítima e 3.502 pessoas morreram ao tentar.

Até 1 de outubro, a OIM contabilizou que a maioria dos mais de 300 mil migrantes e refugiados chegou a Grécia (167.074) e Itália (132.069).

Apesar de elevado, o número é menor do que o registado em 2015, por esta altura, quando 518.181 migrantes e refugiados já tinham feito a travessia.

Já o número de mortos em 2016 "tem sido consistentemente mais elevado", com 3.502 pessoas afogadas ou desaparecidas, em acidentes registados no Egito, Líbia, Grécia, Itália, Turquia, Marrocos e Espanha. Em 2015, por esta altura, tinham morrido 2.926 pessoas, recorda a OIM.

A organização reporta que, só na segunda-feira, dia em que, há três anos, um naufrágio ao largo da ilha italiana de Lampedusa vitimou pelo menos 366 pessoas e catapultou o assunto para a agenda internacional, foram resgatados 2.300 migrantes do Canal da Sicília.

Já a guarda costeira italiana avançou que foram socorridos 6.055 migrantes, duas centenas dos quais menores, ao largo da Líbia, um dos números mais elevados registados num só dia. Nove pessoas morreram, entre as quais uma mulher grávida.

De acordo com o Projeto de Migrantes Desaparecidos, da OIM, nos últimos três anos, cerca de 11 mil homens, mulheres e crianças morreram ao tentar chegar à Europa através das rotas do Mediterrâneo, uma média de dez mortos por dia.

Lusa

  • Governo vai avaliar situação da associação Raríssimas
    1:41

    País

    O Governo promete avaliar a situação da instituição Raríssimas e agir em conformidade, depois da denúncia de alegadas irregularidades na gestão financeira. A presidente da instituição terá usado dinheiro da Raríssimas para gastos pessoais como vestidos de alta-costura e alimentação. Esta é uma instituição que apoia doentes e famílias que convivem de perto com doenças raras. 

  • Diáconos permanentes: quem são e que cargo ocupam na comunidade católica
    10:04
  • Múmia quase intacta descoberta em Luxor
    1:23

    Mundo

    O Egito anunciou, este sábado, a descoberta de dois pequenos túmulos com 3.500 anos na cidade de Luxor. Foram também encontrados uma múmia em bom estado de conservação, uma estátua do deus Ámon Ra e centenas de artefactos de madeira e cerâmica ou pinturas intactas.