sicnot

Perfil

Refugiados na Europa

Refugiados na Europa

Crise Migratória na Europa

Resgatados 300 migrantes e recuperados sete corpos no Mediterrâneo

© Jon Nazca / Reuters

Cerca de 300 migrantes foram resgatados esta quarta-feira no mar Mediterrâneo quando tentavam chegar a Itália, divulgou a guarda costeira italiana, informando ainda que durante as operações de resgate foram recuperados sete corpos.

Quatro operações de resgate distintas, coordenadas pela guarda costeira italiana, foram realizadas hoje no Mediterrâneo central, rota marítima entre o norte da Líbia e as costas italianas.

As vítimas mortais foram localizadas a bordo de duas embarcações pneumáticas.

No dispositivo envolvido nas operações de resgate participaram meios da Marinha militar, da guarda costeira italiana e dois rebocadores privados.

Itália recebe um elevado fluxo migratório proveniente das costas do norte de África, especialmente desde a Líbia.

Desde o princípio do ano, as costas italianas receberam um total de 179.525 migrantes, mais 19,33% do que em 2015 e mais 7,26% do que em 2014, de acordo com dados do Ministério do Interior italiano.

Muitas pessoas têm perdido a vida na travessia do Mediterrâneo central, que se tornou numa das rotas marítimas mais perigosas do mundo para os migrantes e refugiados.

De acordo com o último balanço da Organização Internacional para as Migrações (OIM), o Mediterrâneo viu passar pelas suas águas 357.249 pessoas, com destino à Europa, sobretudo a Grécia e Itália, mas alguns também a Espanha e Chipre.

O número de vítimas mortais continua igualmente a aumentar. Até 15 de dezembro, morreram ou estão desaparecidos 7.189 migrantes e refugiados nas várias rotas migratórias -- uma média de 20 por dia. Mais de metade destas vítimas (4.233) morreu no Mediterrâneo.

Lusa

  • O dia que roubou dezenas de vidas em Pedrógrão Grande
    3:47
  • Morreu Miguel Beleza

    País

    Miguel Beleza, economista e antigo ministro das Finanças, morreu esta quinta-feira de paragem cardio-respiratória aos 67 anos.

  • "Estamos a ficar sem espaço. Está na hora de explorar outros sistemas solares"

    Mundo

    O físico e cientista britânico Stephen Hawking revelou alguns dos seus desejos para um novo plano de expansão espacial. Hawking está em Trondheim, na Noruega, para participar no Starmus Festival que promove a cultura científica. E foi lá que o físico admitiu que a população mundial está a ficar sem espaço na Terra e que "os únicos lugares disponíveis para irmos estão noutros planetas, noutros universos".

    SIC

  • Não posso usar calções... visto saias

    Mundo

    Perante a proibição de usar calções no emprego, um grupo de motoristas franceses adotou uma nova moda para combater o calor. Os trabalhadores decidiram trocar as calças por saias, visto que a peça de roupa é permitida no uniforme da empresa para a qual trabalham.

  • De refugiada a modelo: a história de Mari Malek

    Mundo

    Mari Malek chegou aos Estados Unidos da América quando era ainda uma criança. Chegada do Sudão do Sul, a menina era uma refugiada à procura de um futuro melhor, num país que não era o seu. Agora, anos depois, Mari Malek é modelo, DJ e atriz, e vive em Nova Iorque. Fundou uma organização sediada no país onde nasceu voltada para as crianças que passam por dificuldade, como também ela passou.