sicnot

Perfil

Refugiados na Europa

Refugiados na Europa

Crise Migratória na Europa

França pede à UE criação de registo de entradas e saídas de europeus

© Christian Hartmann / Reuters

O primeiro-ministro francês, Bernard Cazeneuve, pediu esta segunda-feira à Comissão Europeia para criar um registo dos europeus que atravessam as fronteiras externas da União Europeia (UE), quer quando saem, quer quando entram.

Num comunicado divulgado no final de uma reunião com o comissário europeu para as Migrações, Dimitris Avramopoulos, o governante francês apelou ainda para que aquela nova ferramenta seja criada "rapidamente". Há meses que o governo francês defende a existência daquele registo, sobretudo devido aos atentados de 13 de novembro de 2015 em Paris.

Vários dos terroristas responsáveis pelos ataques eram de nacionalidade francesa e tinham viajado para zonas de guerra na Síria e no Iraque. "A segurança das fronteiras exteriores da UE é essencial para conseguir controlar o fluxo migratório e lutar eficazmente contra o terrorismo", assinala o gabinete do primeiro-ministro. Cazeneuve defendeu também que sejam cumpridos os acordos realizados na União nos últimos anos, entre os quais o de redistribuição de refugiados entre todos os Estados membros.

"A França é o primeiro país a contribuir para o programa, tendo recebido até hoje mais de 30% das pessoas que se encontravam na Grécia e foram recolocadas", indica o comunicado.

O chefe do governo francês pediu ainda uma reforma do direito de asilo europeu, que está a preparar com a Alemanha, e a aplicação dos acordos migratórios com cinco países de trânsito e de origem de migrantes: Mali, Senegal, Etiópia, Níger e Nigéria.

Lusa

  • Com a multiplicação de bons indicadores económicos e financeiros do país, multiplicam-se os elogios ao Governo e declaram-se mortas e enterradas as políticas do passado recente, nomeadamente a da austeridade. Nada mais errado. O que os bons resultados agora alcançados provam definitivamente é que a austeridade resolveu de facto os problemas das contas públicas e, mais do que isso, contribuiu para o crescimento económico que foi garantido por reformas estruturais e pela reorientação do modelo económico.

    José Gomes Ferreira

  • Raízes de ciência e rebentos de esperança
    14:14
  • Portugal pode ser atingido por longos períodos de seca

    País

    Portugal e Espanha podem ser atingidos até 2100 por 'megasecas', períodos de seca de dez ou mais anos, segundo os piores cenários traçados num estudo da universidade britânica Newcastle, que tem a participação de uma investigadora portuguesa.

  • G7 reforça compromisso na luta contra o terrorismo
    2:11