sicnot

Perfil

Refugiados na Europa

Refugiados na Europa

Crise Migratória na Europa

Detido egípcio por naufrágio no Mediterrâneo que causou 203 mortos

© Handout . / Reuters

As forças de segurança egípcias detiveram esta quarta-feira um homem presumivelmente envolvido no naufrágio, em setembro, de uma embarcação de migrantes no Mediterrâneo, que causou 203 mortos, e que era procurado pela justiça italiana.

O detido na província de Al-Behira (norte do Egito) é um agricultor, acusado em Itália de tráfico de seres humanos, informou a agência oficial MENA.

A embarcação partiu a 21 de setembro da costa egípcia entre as localidades de Rashid e Baltim e transportava sobretudo egípcios, mas também sudaneses, eritreus, somalis, etíopes e sírios. Foram resgatados 164 migrantes e outros 203 morreram no naufrágio.

Trinta pessoas foram detidas desde a altura do desastre, entre os quais os donos da embarcação, os tripulantes e intermediários dedicados à imigração ilegal.

O número de migrantes que tenta sair do Egito em direção às costas europeias aumentou nos últimos meses.

Até julho de 2016, o Egito foi o segundo país com maior número de saída de embarcações à seguir à Líbia, segundo a Organização Internacional para as Migrações.

Lusa

  • Equipa da SIC impedida de entrar na Venezuela

    País

    A SIC tinha uma equipa a caminho da Venezuela para cobrir as eleições da Assembleia Constituinte que decorrem no domingo. No entanto o jornalista Luís Garriapa e o repórter de imagem Odacir Junior foram impedidos de entrar no país. A equipa de reportagem foi barrada à chegada ao aeroporto de Caracas. Num despacho enviado à companhia aérea que os transportou, tanto o jornalista como o repórter de imagem são considerados "inadmissíveis no território da Venezuela".

  • "Fomos considerados inadmissíveis no território da Venezuela"
    4:43

    País

    O jornalista Luís Garriapa entrou em direto no Jornal da Noite, para explicar o que aconteceu esta quinta-feira, no aeroporto de Caracas. A equipa de reportagem de SIC foi impedida de entrar na Venezuela, onde ia cobrir as eleições da Assembleia Constituinte, marcadas para domingo.

  • Marcelo lembra como foi tratada a tragédia durante a ditadura
    2:25
  • Ministra admite falhas no SIRESP no presente e no passado
    2:35

    País

    A ministra da Administração Interna admitiu, esta quinta-feira, que o SIRESP falha no presente tal como já falhou no passado, quando a tutela pertencia ao Governo PSD. Os sociais-democratas quiserem ouvir Constança Urbano de Sousa na comissão parlamentar mas desta vez a ministra defendeu-se com um ataque. 

  • Uma viagem aérea pela aldeia histórica de Monsanto
    0:50
  • Quase três mil toneladas de plástico ameçam tartarugas no Mediterrâneo
    2:35

    Mundo

    O Mar Mediterrâneo está sob a ameaça de se tornar uma lixeira com três mil toneladas de plástico a flutuarem entre a Europa e África. Há milhões de turistas a nadarem nestas águas e há espécies marinhas que já estão em perigo. No Chipre, os cientistas estão a tentar proteger tartarugas, cuja alimentação já é quase totalmente de plástico.