sicnot

Perfil

Refugiados na Europa

Refugiados na Europa

Crise Migratória na Europa

Detido egípcio por naufrágio no Mediterrâneo que causou 203 mortos

© Handout . / Reuters

As forças de segurança egípcias detiveram esta quarta-feira um homem presumivelmente envolvido no naufrágio, em setembro, de uma embarcação de migrantes no Mediterrâneo, que causou 203 mortos, e que era procurado pela justiça italiana.

O detido na província de Al-Behira (norte do Egito) é um agricultor, acusado em Itália de tráfico de seres humanos, informou a agência oficial MENA.

A embarcação partiu a 21 de setembro da costa egípcia entre as localidades de Rashid e Baltim e transportava sobretudo egípcios, mas também sudaneses, eritreus, somalis, etíopes e sírios. Foram resgatados 164 migrantes e outros 203 morreram no naufrágio.

Trinta pessoas foram detidas desde a altura do desastre, entre os quais os donos da embarcação, os tripulantes e intermediários dedicados à imigração ilegal.

O número de migrantes que tenta sair do Egito em direção às costas europeias aumentou nos últimos meses.

Até julho de 2016, o Egito foi o segundo país com maior número de saída de embarcações à seguir à Líbia, segundo a Organização Internacional para as Migrações.

Lusa

  • Incêndio em fábrica de congelados em Viseu continua ativo
    0:29

    País

    O incêndio que deflagrou esta manhã numa fábrica de produtos congelados em Viseu continua ativo no pavilhão principal. De acordo com o segundo comandante dos Bombeiros Municipais de Viseu, trata-se de um trabalho "demorado e difícil porque a estrutura está abalada". Contudo, os bombeiros conseguiram que o fogo não se propagasse a outros edifícios.

  • Nova fábrica de medicamentos inaugurada na Amadora
    1:36

    País

    Uma nova fábrica de produção de fármacos foi inaugurada esta terça-feira, na Amadora. O espaço dedica-se em exclusivo à produção de um medicamento inovador, para o tratamento do excesso de potássio no sangue.