sicnot

Perfil

Refugiados na Europa

Refugiados na Europa

Crise Migratória na Europa

Mais de 5 mil migrantes resgatados do Mediterrâneo desde domingo

© Antonio Parrinello / Reuters

Os ministros do Interior do grupo de contacto do Mediterrâneo defenderam esta segunda-feira a necessidade de parar o fluxo migratório a partir da Líbia, ao largo da qual mais de 5.000 migrantes foram resgatados do mar desde domingo.

Anteriormente, fontes da guarda costeira que coordena os resgates naquela zona do Mediterrâneo tinham avançado que mais de 3.000 migrantes tinham sido salvos nas últimas 48 horas no canal da Sicília, entre o norte de África e Itália.

Depois de uma dezena de dias, a guarda costeira italiana anunciou hoje ter coordenado o resgate de 1.800 pessoas ao largo daquele país.

A estes migrantes somam-se mais 3.300 que no domingo foram resgatados na mesma zona, perfazendo um total de chegadas a Itália de mais de 21.000 desde o início do ano, um forte aumento face aos anos anteriores.

"A atenção deverá agora estar concentrada nos esforços conjuntos para gerir melhor a situação no Mediterrâneo central.

Isso requer ações eficazes", refere uma declaração de intenções assinada pelos ministros do Interior de Itália, França, Alemanha, Áustria, Eslovénia, Suíça e Malta, do lado europeu, e Líbia e Tunísia, do lado africano, sem avançar detalhes.

Um ano depois do acordo com a Turquia para colocar fim à chegada à Grécia, a União Europeia tenta agora alcançar um acordo semelhante com a Líbia, uma situação agravada pelo caos existente no país e pelo impacto económico do tráfico dos migrantes em certas zonas costeiras.

A emergência da imigração não tem cessado e o governo italiano calcula que, ao longo deste ano, cheguem a Itália 250.000 imigrantes, ou seja, mais 70.000 do que em 2016.

Lusa

  • Passos nega que resultado das autárquicas ponham em causa liderança do PSD
    7:46
  • PS e PSD trocam acusações sobre Tancos
    1:18
  • Homens vítimas de violência doméstica
    31:17
  • Marcelo mergulha na baía de Luanda
    0:45
  • Marcelo garante que relações com Angola "estão vivas"
    1:50

    País

    Marcelo Rebelo de Sousa sublinhou esta segunda-feira as boas relações entre Portugal e Angola. À chegada a Luanda para a posse do novo Presidente angolano João Lourenço, o chefe de Estado português aproveitou para tomar um banho de mar.

  • Défice chegou aos 2.034 milhões em agosto
    1:51

    Economia

    O défice do Estado caiu 1.900 milhões de euros até agosto, em comparação com o ano passado. A recuperação da economia ajudou a baixar o défice, com mais receitas e impostos acima do esperado. Já a despesa pública ficou praticamente inalterada e os pagamentos do Estado em atraso subiram.

  • Morreu a egípcia que chegou a pesar 500 quilos

    Mundo

    A egípcia Eman Ahmed Abd El Aty, de 37 anos, que chegou a pesar 500 quilos, morreu num hospital de Abu Dabi, nos Emirados Árabes Unidos, devido a complicações cardíacas na sequência do seu excesso de peso.