sicnot

Perfil

Refugiados na Europa

Refugiados na Europa

Crise Migratória na Europa

Prémio da paz para ilha de Lampedusa e ONG francesa por ajuda aos refugiados

Darrin Zammit Lupi

A UNESCO atribuiu esta quarta-feira o prémio Félix Houphouët-Boigny de fomento à paz à presidente da câmara da ilha italiana de Lampedusa e à ONG francesa SOS Méditerranée pelo trabalho a favor dos refugiados e imigrantes.

Giuseppina Nicolini, presidente da câmara de Lampedusa, foi reconhecida pela sua "grande humanidade e o seu compromisso constante na gestão da crise dos refugiados e da sua integração".

A UNESCO destacou a organização não-governamental (ONG) SOS Méditerranée pelas mais de 11 mil vidas que salvou desde o início das suas operações em fevereiro de 2016. Atualmente, a ONG francesa mantém as operações de salvamento no Mediterrâneo Central com os Médicos Sem Fronteiras.

O prémio Félix Houphouët-Boigny foi criado em 1989 pela Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (UNESCO) e o jurado aproveitou esta quarta-feira para pedir à comunidade internacional que vele "para que no Mediterrâneo volte a dominar a solidariedade e o diálogo intercultural e não um cenário de tragédias".

A situação dos refugiados e imigrantes no mundo "constitui um grande desafio, principalmente no Mediterrâneo, onde cerca de 13 mil homens, mulheres e crianças morreram em naufrágios desde 2013", lembrou o jurado.

Em julho de 2013, o papa Francisco esteve na ilha de Lampedusa para rezar e recordar os imigrantes ilegais que morrem na travessia do Mediterrâneo, criticando a indiferença do homem atual perante o sofrimento dos outros, mal que atribuiu à globalização.

O prémio da UNESCO homenageia pessoas e instituições ou organizações que contribuam significativamente para a promoção, a pesquisa e a salvaguarda ou a manutenção da paz de acordo com a Carta das Nações Unidas e a Constituição da UNESCO.

O presidente sul-africano Nelson Mandela, em 1991, e o rei de Espanha Juan Carlos I, em 1995, foram duas das várias personalidades anteriormente premiadas.

Lusa

  • Jovens adoptados e filha do líder da IURD com versões diferentes dos acontecimentos
    4:06

    País

    Os jovens adoptados e a filha do bispo Edir Macedo, que alegadamente os adoptou, têm versões diferentes sobre o que aconteceu. Vera e Luís Katz garantem que foram adoptados por uma família norte-americana, com que viveram até aos 20 anos. Viviane Freitas, filha do líder da Igreja Universal do Reino de Deus, conta que foi mãe das crianças durante três anos, apesar de lhe ter sido negada a adopção.

  • Cabecilha da seita Verdade Celestial é "mentiroso, egocêntrico e psicótico"
    2:22

    País

    O cabecilha da seita "Verdade Celestial" foi condenado a 23 anos de pena de prisão por abusos sexuais de crianças e adolescentes. O juiz diz que o cabecilha do grupo era mentiroso patológico, egocêntrico, impulsivo e com personalidade psicótica. Dos oito acusados, duas mulheres foram absolvidas e seis arguidos foram condenados a penas efetivas. A rede de abusadores foi desmantelada há dois anos, numa quinta de Palmela.

  • Mau tempo obriga ao cancelamento de centenas de voos na Europa
    1:21
  • Antigos quadros da Facebook declaram-se preocupados com efeitos da rede social

    Mundo

    Alguns dos antigos quadros da empresa Facebook estão a começar a exprimir sérias dúvidas sobre a rede social que ajudaram a criar, foi noticiado. A Facebook explora "uma vulnerabilidade na psicologia humana" para criar dependência entre os seus utilizadores, afirmou o primeiro presidente da empresa, Sean Parker, num fórum público.