sicnot

Perfil

Crise no Sporting

Crise no Sporting

Crise no Sporting

Detidos nos incidentes em Alcochete ouvidos ainda hoje em tribunal

M\303\201RIO CRUZ

As cerca de duas dezenas de pessoas detidas na terça-feira na sequência da invasão à academia do Sporting, em Alcochete, deverão ser ouvidos ainda esta tarde no tribunal do Barreiro.

Dois dos detidos passaram a noite no posto da Guarda Nacional Republicana (GNR) de Alcochete e os restantes foram distribuídos, em função da disponibilidade de celas, por diversos postos da região de Setúbal, segundo fonte da força policial.

Alcochete pertence à comarca do Montijo, mas a sede do juízo de instrução criminal é no Barreiro.

Durante a tarde de terça-feira, cerca de meia centena de indivíduos, de cara tapada, alegadamente adeptos 'leoninos', invadiram a Academia de Alcochete e, depois de terem percorrido os relvados, chegaram ao balneário da equipa principal, agredindo vários jogadores, entre os quais Bas Dost, Acuña, Rui Patrício, William Carvalho, Battaglia e Misic e outros membros da equipa técnica.

O Governo repudiou os incidentes na Academia do Sporting, em Alcochete, que considerou atos de vandalismo e criminosos.
Numa declaração conjunta da secretária de Estado Adjunta e da Administração Interna, Isabel Oneto, e o secretário de Estado da Juventude e do Desporto, João Paulo Rebelo, o Governo confirmou a detenção de 21 presumivelmente envolvidos.

A equipa principal do Sporting cumpria o primeiro treino da semana, depois da derrota no terreno do Marítimo (2-1), que relegou a equipa para o terceiro lugar da I Liga, iniciando a preparação para a final da Taça de Portugal, no domingo, frente ao Desportivo das Aves.

Com Lusa

  • A solução de Elon Musk para os engarrafamentos em Los Angeles
    1:23