Crise no Sporting

Bas Dost agradece aos "verdadeiros adeptos do Sporting"

Pedro Nunes

O avançado holandês Bas Dost emitiu um comunicado para agradecer aos "verdadeiros adeptos do Sporting", no seguimento das agressões da passada terça-feira em Alcochete de que foi alvo.

O avançado do Sporting foi um dos vários jogadores leoninos agredidos na academia de Alcochete, tendo ficado com ferimentos na cabeça e nas pernas. Logo na altura foram divulgadas imagens do jogador com três lesões na cabeça.

Bas Dost diz ainda estar chocado com o que aconteceu por indivíduos que considera serem "criminosos", mas mostra-se feliz com a reação dos "verdadeiros adeptos do Sporting", aos quais agradece o "fantástico apoio".

Em comunicado diz ainda estar orgulhoso pela forma como a equipa lidou com a situação que classifica de "difícil" e termina com uma mensagem de união para o clube: "Vamos atravessar isto juntos".

  • "Bebemos a água que escorria das rochas"

    Mundo

    Os 12 rapazes e o treinador que ficaram presos numa gruta na Tailândia durante 18 dias revelaram hoje alguns pormenores de como sobreviveram, na primeira conferência de imprensa.

  • Ora Eça!

    Opinião

    Eça, o meu conterrâneo que se definia como sendo "apenas um pobre homem da Póvoa de Varzim" não haveria de gostar de nada que fosse obrigatório. Durante décadas, Os Maias lá estiveram, quem sabe numa progressista lista pós-revolução, dada a natureza "sexual e incestuosa" da obra. Sai dessa lista agora. Claro que sai. "Ninguém" gostava de "ter de" ler Os Maias.

    Pedro Cruz

  • "Os Maias" deixam de ser leitura obrigatória no secundário

    País

    Obras como "Os Maias" e "A Ilustre Casa de Ramires", de Eça de Queirós, vão deixar de ser de leitura obrigatória no ensino secundário a partir do próximo ano letivo. Os alunos deixam de ter indicação de uma obra específica para ler, passando o professor a escolher livremente uma obra de cada autor. O objetivo é fazer face aos programas extensos.

  • Marcelo assinala "passos importantes" na Cimeira da CPLP
    2:16