sicnot

Perfil

Descarrilamento na Galiza

Descarrilamento na Galiza

Descarrilamento na Galiza

Comboio "Celta" liga Vigo-Porto desde julho de 2013

O comboio "Celta", que hoje de manhã descarrilou em Porriño, Pontevedra, em Espanha, iniciou a sua exploração comercial em julho de 2013, assegurando uma ligação rápida entre Vigo e Porto, com paragens em Valença, Viana do Castelo e Nine.

Com bilhete único com o preço de 14,75 euros, esta ligação partilhada pela portuguesa CP e a pela espanhola Renfe, veio permitir percorrer os 175 quilómetros que separam as cidades em duas horas e 15 minutos, quando anteriormente a ligação demorava mais de três horas.

Desde novembro de 2014 que o Celta conta com automotoras 592.200 que lhe permitem atingir uma velocidade máxima de 140 quilómetros por hora (contra os 120 anteriores) e possuem freio electropneumático.

Nessa ocasião, fonte da Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional do Norte (CCDR-N) afirmou que a automotora 592.200, alugada pela CP à Renfe, além de permitir uma melhor prestação, vinha assegurar também um maior conforto aos passageiros.

O comboio que esta manhã descarrilou perto da estação galega de O Porriño provocou, pelo menos, três vítimas mortais, uma delas é o maquinista português, e "um número elevado" de feridos, segundo fontes da polícia citadas pela EFE.

Segundo dados de agosto e de acordo com o presidente da Câmara de Viana do Castelo, José Maria Costa, nos últimos três anos houve um aumento de 155% do número de passageiros a viajar no "Celta", fruto da "melhoria" do serviço daquela ligação internacional.

José Maria Costa manifestou "satisfação" com os dados recentes divulgados pela espanhola Renfe, que indicam que "em 2012 o número de passageiros rondava os 28.300, no ano seguinte, era superior a 30 mil, em 2014, fixou-se nos 56.700 passageiros e, em 2015, aumentou 27%, com 72.300 pessoas a viajar" no "Celta".

"Estes dados vem provar que a ligação era necessária para que a eurorregião cumpra a sua missão de aproximação das duas regiões e está satisfeito com os dados que trarão melhorias em termos de economia e turismo, por exemplo", frisou o autarca, sublinhando que o aumento "é justificado pela diminuição do tempo de viagem, pela diminuição de paragens mas também pela conciliação das bilheteiras dos dois lados da fronteira", e a que "se irá juntar, em breve, a eletrificação da Linha do Minho entre Nine (distrito de Braga) e Viana do Castelo".

O tempo de viagem desta ligação internacional, que esteve para encerrar em 2011, deverá ser reduzido depois de eletrificada e modernizada a Linha do Minho e parte do troço na Galiza, conforme acordado pelos governos de Portugal e de Espanha.

A Linha do Minho integra o corredor Eixo Atlântico e a concretização do projeto de modernização é relevante para a ligação da rede ferroviária nacional a Espanha, nomeadamente na ligação a Vigo, que poderá permitir o aumento da capacidade exportadora de mercadorias do país.

Lusa

  • Porque erram os árbitros?
    2:03

    Desporto

    Num momento em que a polémica em redor da arbitragem está acesa e que nem o videoárbitro parece ter contribuído para a pacificar o futebol, em Leiria juntaram-se treinadores e homens do apito para se entender porque erram os árbitros.

  • "Não andámos a tomar calmantes, nem a dar abracinhos"
    0:52

    Desporto

    Rui Vitória recusa atirar a toalha ao chão. O treinador do Benfica acredita que ainda muito pode acontecer e revela a motivação da equipa depois da derrota com o FC Porto na Luz, que levou à perda da liderança a quatro jornadas do fim.

  • "Se não querem que vos baixem as calças, não se tornem modelos"

    Mundo

    "Se não querem que vos baixem as calças, não se tornem modelos", esta foi apenas uma das declarações de Karl Lagerfeld sobre as denúncias de abuso sexual, que estão a marcar o mundo do cinema, da música e da moda. Numa entrevista, o diretor criativo da Chanel e da Fendi declarou mesmo que estava farto do #MeToo, o movimento usado para denunciar estes casos de abusos por todo o mundo.

    SIC

  • Viagem de balão para ver as cerejeiras em flor
    14:27
  • Niassa foi o 4.º lince-ibérico libertado a ser atropelado em Portugal
    1:33

    País

    Uma fêmea de lince-ibérico foi encontrada morta com sinais de atropelamento na A22, próximo de Olhão. A fêmea, criada em cativeiro, tinha sido libertada no Vale do Guadiana em fevereiro de 2017. É o quarto lince-ibérico, que tinha sido libertado na natureza, que morre atropelado em Portugal.

  • "Há uma aceitação do lince no território"
    3:33

    País

    Apesar de já se terem registado em Portugal quatro atropelamentos de linces libertados na natureza, em entrevista à SIC, Pedro Rocha, do Departamento do Alentejo do Instituto da Conservação da Natureza e das Florestas (ICNF), disse que o programa de reintrodução "tem corrido bastante bem", não só devido às condições do habitat e disponibilidade de alimento, mas também porque "há uma aceitação do lince no território". Desde 2015, foram libertados no Vale do Guadiana 33 linces e 16 já nasceram em estado selvagem.

  • EUA acusam Síria de tentar apagar provas de alegado ataque químico em Douma
    1:28
  • Já pode escolher uma morte amiga do ambiente

    Mundo

    Preocupa-se com o ambiente? Recicla? Prefere andar a pé ou partilhar transportes? Então saiba que a partir de agora a morte também pode ser amiga do ambiente. Desde caixões degradáveis de vime a cremação líquida, já é possível diminuir o impacto ambiental da morte.

    SIC

  • O "anjo" que quer ensinar raparigas a programar
    2:59