sicnot

Perfil

Descarrilamento na Galiza

Descarrilamento na Galiza

Descarrilamento na Galiza

Dados da caixa negra do comboio estão a ser recolhidos

JOS\303\211 COELHO

Já estão a ser recolhidos dados da caixa negra do comboio luso-espanhol que descarrilou em O Porriño, segundo o Tribunal Superior de Justiça da Galiza. Quatro pessoas morreram, incluindo o maquinista português, e cerca de 50 ficaram feridas.

Última atualização às 15:22

O tribunal de instrução número dois de O Porriño foi encarregado da investigação, e diversos responsáveis judiciais e peritos forenses já se deslocaram ao local do acidente. Os dados vão lançar as pistas para explicar o que aconteceu.

O acidente com o comboio que fazia o trajeto Vigo-Porto aconteceu às 09:25 locais (08:25 em Lisboa) e causou quatro mortos (confirmados pelas autoridades), entre os quais o maquinista (português, segundo as autoridades espanholas) e o revisor, um cidadão espanhol. Pelo menos 49 pessoas ficaram feridas. Entre os feridos há pelo menos três portugueses.

O presidente da CP já avançou que o comboio era espanhol e português. Manuel Queiró adiantou que as causas estão "ainda por apurar", mas salientou que o comboio que descarrilou "estava em perfeitas condições" e que o maquinista "era experiente".

Entretanto, o ministro espanhol do Fomento já disse que o comboio tinha feito uma "grande" revisão em maio e um de rotina, ontem, na cidade do Porto.

Já o Presidente da República enviou as condolências e profunda solidariedade às famílias das vítimas mortais.

O comboio, com 63 passageiros, fazia o trajeto Vigo-Porto partilhado com a Renfe espanhola na linha conhecida com o nome "Celta", inaugurada em julho de 2013.

Com Lusa

  • Chamas passaram por cima da A23
    1:06

    País

    A A23 esteve cortada ao longo do dia por causa do fumo e das chamas. Em direto para a SIC Notícias, perto das 18h30, os repórteres da SIC presenciaram o momento em que o fogo passou por cima da autoestrada da Beira Interior.

  • Várias povoações evacuadas no concelho de Nisa

    País

    Várias povoações do concelho de Nisa, no distrito de Portalegre, foram esta quarta-feira à noite evacuadas, devido à ameaça do incêndio que lavra no concelho, disse à agência Lusa a presidente do município, Idalina Trindade.

  • "Só numa ditadura é possível tentar esconder o número de vítimas"
    0:51

    Tragédia em Pedrógão Grande

    O primeiro-ministro diz que é "lamentável" a tentativa de aproveitamento político à volta dos incêndios. António Costa esteve esta quarta-feira à tarde na Autoridade Nacional de Proteção Civil e, no final do briefing, disse que é preciso confiança nas instituições do Estado. O primeiro-ministro deixou ainda muitas críticas à oposição no caso da lista de vítimas de Pedrógão Grande.

  • E os 10 mais ricos de Portugal são...

    Economia

    A família Amorim lidera a lista dos mais ricos do país, com uma fortuna avaliada em 3840 milhões de euros. Em segundo lugar surge Alexandre Soares dos Santos com 2532 milhões de euros. A família Guimarães de Mello ainda entra para o top 3, com um valor de 1471 milhões de euros. A lista foi elaborada pela revista EXAME, que conclui que os ricos estão ainda mais ricos, pela quarta vez consecutiva.

    Bárbara Ferreira

  • "Estou grávida! Estou a morrer!"
    1:14