sicnot

Perfil

Descarrilamento na Galiza

Descarrilamento na Galiza

Descarrilamento na Galiza

Renfe e ADIF no Parlamento espanhol para prestar esclarecimentos

© Reuters

Os presidentes da Renfe (comboios espanhóis) e da ADIF (infraestruturas ferroviárias espanholas) deverão comparecer no Parlamento, em Madrid, para informar os deputados do acidente ocorrido na sexta-feira em O Porriño (Pontevedra), Galiza, onde morreram quatro pessoas.

"Hoje mesmo estamos a ver a possibilidade de solicitar a comparência dos presidentes da ADIF e RENFE na Comissão de Fomento do Congresso dos Deputados, para que possam informar com todo o detalhe", revelou o ministro do Fomento e Justiça em funções, Rafael Catalá, em declarações à Rádio Nacional de Espanha, citado pela EFE.

Quatro pessoas morreram, entre os quais o maquinista português, no descarrilamento de comboio em O Porriño na última sexta-feira.

O comboio, com 63 passageiros, fazia o trajeto Vigo-Porto partilhado entre a CP (Comboios de Portugal) e a RENFE na linha conhecida com o nome "Celta", inaugurada em 2011.

Rafael Catalá precisou que os serviços jurídicos do seu ministério e do parlamento estão a avaliar qual será o melhor momento para a ida ao Congresso dos Deputados, "mas em todo o caso com caráter de urgência".

"Comprometi-me para que haja a máxima transparência e estamos a informar permanentemente os grupos parlamentares da evolução da situação e assim vamos continuar nas próximas semanas", assegurou o ministro.

Rafael Catalá estima que "se alguém pretende com um acidente em que houve a perda de vidas humanas e muitos feridos fazer política seria bastante rasteiro e impróprio".

Espanha vive há oito meses com um governo de gestão, sem que os partidos políticos consigam formar um novo executivo.

Entretanto, a Galiza e o País Basco vão realizar eleições para os parlamentos regionais e há uma grande confrontação política, com declarações muito vivas sobre todos os assuntos de atualidade.

Segundo o governo regional da Galiza, nove de um total de meia centena de feridos no acidente de comboio ainda estavam no domingo a receber cuidados médicos em unidades hospitalares.

A Comissão de Investigação de Acidentes Ferroviários (CIAF) de Espanha está a investigar o acidente, nomeadamente a caixa negra do comboio.

A circulação na linha onde na sexta-feira descarrilou o comboio foi restabelecida no sábado e os destroços deverão ser removidos na terça-feira.

Lusa

  • Quando se pode circular pela esquerda? A GNR explica (e fiscaliza)
    5:46

    Edição da Manhã

    A regra aplica-se a autoestradas e outras vias com esse perfil mas dentro das localidades há exceções. A Guarda Nacional Republicana está a promover em todo o território nacional várias ações de sensibilização e fiscalização no sentido de prevenir e reprimir a circulação de veículos pela via do meio ou da esquerda quando não exista tráfego nas vias da direita. O major Paulo Gomes, da GNR, esteve na Edição da Manhã. 

  • Jovens impedidas de embarcar de leggings

    Mundo

    A moda das calças-elásticas-super-justas volta a fazer estragos. Desta vez nos EUA onde duas adolescentes foram impedidas de embarcar num voo da United Airlines devido à indumentária, que não cumpria com as regras dos tripulantes ou acompanhantes da companhia aérea norte-americana.

    Manuela Vicêncio

  • O pedido de desculpas de Dijsselbloem
    2:12

    Mundo

    O Governo português continua a mostrar a indignação que diz sentir perante as declarações do presidente do Eurogrupo. O ministro dos Negócios Estrangeiros português garante que com Dijsselbloem "não há conversa possível". Jeroen Dijsselbloem começou por recusar pedir desculpa mas depois cedeu perante a onda de indignação.

  • A primeira vez do Sr. Árbitro
    12:41