sicnot

Perfil

Daesh

Daesh

Daesh

Estado Islâmico destrói estátua importante do Museu de Palmira

O grupo extremista Estado Islâmico (EI) destruiu a estátua de um leão, na entrada do Museu de Palmira, no centro da Síria, revelou o diretor-geral das Antiguidades e Museus do país, Maamun Abdelkarim, à Efe.

A histórica cidade de Palmira foi tomada pelo Estado Islâmico

A histórica cidade de Palmira foi tomada pelo Estado Islâmico

© Omar Sanadiki / Reuters

"É a estátua mais importante que o EI destruiu até ao momento na Síria pelas suas dimensões e valor", explicou, em declarações ao telefone, indicando que a peça em causa foi destruída há uma semana.

A estátua, com uma altura de 3,5 metros e um peso de 15 toneladas, estava no jardim do Museu de Palmira, que se localiza nas proximidades das ruínas greco-romanas que tornaram famosa esta cidade do leste da província central de Homs. 

A peça, do século I AC, não sofreu qualquer dano durante os mais de quatro anos de guerra na Síria, porque as autoridades a protegeram com um placa de ferro e sacos de areia, o que, porém, não foi suficiente para a salvar das mãos dos 'jihadistas'.

Abdelkarim, que recebe informação sobre a situação no terreno através de testemunhos, assinalou que, de momento, nada indica que a parte arqueológica de Palmira tenha sofrido danos.

Por outro lado, apontou que oito estátuas de homens e mulheres, procedentes da antiga Palmira, em Manbech, um bastião do EI na província de Aleppo, foram destruídas hoje pelos extremistas.

Na semana passada, combatentes do grupo extremista destruíram dois antigos mausoléus muçulmanos na cidade história síria de Palmira, classificada pela Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (UNESCO) como Património Mundial da Humanidade em 1980.

Os receios de uma eventual destruição do emblemático local têm vindo a aumentar, uma vez que os combatentes extremistas já destruíram diversos tesouros históricos, nomeadamente no Iraque.

Situada a cerca de 210 quilómetros a nordeste da capital síria de Damasco, a "pérola do deserto", como é apelidada esta cidade com mais de 2.000 anos, tem uma grande importância estratégica para o grupo radical.

 

Lusa

  • CDS quer que Governo revele detalhes do negócio do Novo Banco
    0:46

    Economia

    O CDS considera fundamental que o Governo revele os detalhes do negócio do Novo Banco para que pare com a especulação. Os centristas guardam uma posição política para depois de serem conhecidos os pormenores e lembram, mais uma vez, que o Executivo tem uma maioria parlamentar de Esquerda que o apoia.

  • ASAE faz doação de roupa apreendida
    1:15

    País

    A ASAE doou cerca de 200 peças de vestuário à Associação CAIS, apreendidas em ações de fiscalização. O valor destas peças é de quase 10 mil euros. Em 2016, a ASAE fez 100 ações de doação, um total de aproximadamente 14 mil peças.

  • PSD tem dúvidas sobre legalidade da taxa de proteção civil de Lisboa
    0:33

    País

    O PSD disse esta quarta-feira que a taxa de proteção civil da Câmara de Lisboa é um imposto e tem dúvidas sobre a legalidade. Numa reação ao envio deste diploma para o Tribunal Constitucional pelo Provedor de Justiça, os sociais-democratas deixaram ainda a promessa de acabar com a taxa, caso vençam as eleições na capital.

  • Conheça o Spa para recém-nascidos
    1:28

    Mundo

    Chama-se Baby Spa Perth e fica na Austrália. Nos últimos dias, o mundo ficou a conhecer este spa graças às fotografias dos bebés com as boias, que se tornaram virais nas redes sociais. O spa tem hidroterapia personalizada e massagens relaxantes. A boia, Bubby, permite que os bebés possam flutuar na água, sozinhos e em segurança.

    Patrícia Almeida

  • A rã que brilha no escuro
    2:08

    Mundo

    É a última descoberta do reino animal. Foi encontrada acidentalmente na Argentina uma nova espécie de rã, fluorescente.