sicnot

Perfil

Daesh

Daesh

Daesh

Pelo menos 76 mortos e 45 feridos em ataques e confrontos no Iraque

Pelo menos 76 pessoas morreram e 45 outras ficaram feridas num ataque e confrontos entre as forças iraquianas, apoiadas pela aviação da coligação internacional, e membros do grupo autodenominado Estado Islâmico (EI), informaram fontes da segurança.

(Reuters/ Arquivo)

(Reuters/ Arquivo)

© Stringer . / Reuters

Fonte policial na província de Saladino explicou à agência noticiosa Efe que sete soldados e milicianos xiitas partidários do Governo iraquiano morreram e dez ficaram feridos num ataque com um carro-bomba na zona de Al Fatha, a 40 quilómetros a norte de Tikrit, capital provincial.

O mesmo responsável indicou que os confrontos entre o exército, apoiado por uma milícia xiita, e os combatentes do grupo radical EI prosseguiam nos subúrbios da cidade petrolífera de Biyi, a 30 quilómetros a norte de Tikrit.

Indicou ainda que as forças governamentais controlam atualmente a maioria dos bairros da zona, dirigindo-se à refinaria estratégica de Biyi.

A mesma fonte explicou também que o exército iraquiano atacou hoje posições dos 'jihadistas' do EI na área de Alain, a oeste de Samarra, a 40 quilómetros a sul de Tikrit, matando 17 combatentes.

Por outro lado, uma fonte de segurança da província de Al Anbar, a oeste de Bagdade, afirmou que as forças da ordem, apoiadas por milícias xiitas, repeliram uma tentativa de assalto a um quartel militar pelo grupo extremista perto da cidade de Al Karma, a 35 quilómetros a oeste de Ramadi, a capital provincial.

Nessa operação, morreram 25 combatentes do EI e dois soldados, enquanto outros 20 membros do grupo radical e três militares ficaram feridos.

A mesma fonte acrescentou que seis soldados iraquianos morreram em confrontos com os radicais na povoação de Al Maamara, a sudeste de Faluya, a 45 quilómetros a oeste de Bagdade, sem que se conheçam, porém, dados sobre eventuais baixas nas fileiras do EI.

Não muito longe, quatro civis foram mortos e cinco feridos num bombardeamento com tanques contra a zona de Buhatem, a oeste de Faluya.

Onze soldados morreram num ataque de 'jihadistas' contra um quartel militar em Al Busadra, na zona de Al Karma; e quatro num ataque do EI contra um hospital a oeste de Faluya, base de várias unidades do exército. 

 

 

Lusa

  • Outros casos de fuga de prisões portuguesas
    2:58

    País

    Nos últimos cinco anos, 52 reclusos fugiram de cadeias portuguesas, mas foram todos recapturados. Entre 1999 e 2009, fugiram oito reclusos da prisão de Caxias. Em 2005, um homem condenado a 21 anos de prisão fugiu de Coimbra, viajando por França e pela Polónia. Manuel Simões acabou por ser detido no regresso a Portugal.

  • Portugal sem resposta de Moçambique sobre português desaparecido em Maputo
    1:25

    País

    Portugal tem tentado, sem sucesso, obter respostas das autoridades moçambicanas sobre o rapto de um empresário português há sete meses. De acordo com a notícia avançada este domingo pelo jornal Público, uma carta enviada há duas semanas pelo Presidente da República ao homólogo moçambicano não teve resposta. O Governo de Moçambique tem ignorado pedidos de informação das autoridades portuguesas.

  • Táxi capaz de sobrevoar filas de trânsito ainda este ano no Dubai

    Mundo

    É o sonho de muitos que passam horas intermináveis em filas de trânsito. Trata-se de um drone com capacidade para transportar pessoas. "Operações regulares" deste insólito aparelho terão início em julho, no Dubai. O anúncio foi feito pela entidade que gere os transportes da cidade. Apenas um passageiro, com o peso máximo de 100 kg, pode seguir viagem neste táxi revolucionário, capaz de sobrevoar vias congestionadas pelo trânsito.