sicnot

Perfil

Daesh

Daesh

Daesh

Turquia aprova utilização das suas bases militares pelos EUA

A Turquia aprovou hoje oficialmente o acordo que permite a utilização pelos Estados Unidos e países aliados das suas bases militares para atacarem o grupo extremista Estado Islâmico (EI), anunciou hoje o Ministério dos Negócios Estrangeiros.

Base Aérea de Incirlik (Reuters/ Arquivo)

Base Aérea de Incirlik (Reuters/ Arquivo)

© Murad Sezer / Reuters

O acordo permite a utilização da estratégica base de Incirlik (sudeste) pelos aviões de combate da coligação internacional liderada pelos Estados Unidos, facilitando as suas ações ofensivas contra as posições do EI na Síria.

Esta autorização não prevê o apoio aéreo dos caças aliados às milícias curdas sírias Unidades de proteção do povo (YPG) que combatem no terreno as forças 'jihadistas', que a Turquia também começou a considerar uma ameaça e qualifica de terroristas.

Os EUA pressionavam há meses Ancara para um envolvimento mais ativo no combate aos islamitas radicais, com quem o Governo turco terá mantido, segundo a oposição, uma atitude entre a tolerância e o apoio direto.

A Turquia lançou pela primeira vez um ataque contra o grupo 'jihadista' em 24 de julho.

Os bombardeamentos contra o EI coincidiram com os ataques aéreos dirigidos contra a guerrilha curda do Partido dos Trabalhadores do Curdistão (PKK), pondo termo ao processo de paz iniciado em março de 2013.

Segundo a agência noticiosa Efe, e apesar de prosseguirem os ataques contra o PKK, Ancara não voltou a informar sobre novas intervenções contra o EI.

Em paralelo, as forças de segurança turcas detiveram hoje mais 302 pessoas em 39 províncias do país no âmbito da operação policial desencadeada na sexta-feira contra simpatizantes da guerrilha curda, grupos marxistas e redes 'jihadistas' próximas do EI.

"Já foram detidas [desde sexta-feira] um total de 1.302 pessoas que se consideram vinculadas a organizações terroristas. Parte dos detidos já foram enviados perante a justiça", esclarece uma nota do gabinete do primeiro-ministro.

O Partido Democrático dos Povos (HDP), o partido de esquerda pró-curda, representado no parlamento com 80 deputados, disse que a operação policial está a ser dirigida contra os seus militantes e simpatizantes, e que o objetivo da dupla ofensiva militar desencadeada na sexta-feira é o PKK e não o grupo EI.

Na terça-feira, o Presidente turco Recep Tayyip Erdogan tinha já referido que o tema principal discutido numa reunião extraordinária da NATO em Bruxelas foi a campanha contra a guerrilha curda da Turquia, que possui as suas bases no norte do Iraque e é uma aliada natural do YPG.

Nas eleições legislativas de junho, o HDP retirou a maioria parlamentar que os islamitas conservadores do Partido da Justiça e do Desenvolvimento (AKP) detinham desde 2002, e enquanto prosseguem as conversações para a formação de um governo de coligação.

Lusa

  • "Estamos vivos"
    11:41

    Reportagem Especial

    Os incêndios de 15 de outubro provocaram sete milhões de euros de prejuízos em empresas da região Norte. Castelo de Paiva foi o concelho mais atingido, o fogo destruiu várias casas e empresas que davam trabalho a cerca de 200 pessoas. Um mês depois do incêndio, a Reportagem Especial da SIC foi ver o que está a ser feito para ajudar a população.

  • Administrador recebia 420 mil € por ano quando aldeamento passava dificuldades
    4:39

    Operação Marquês

    A Caixa Geral de Depósitos tentou cortar para metade o salário do presidente do Conselho de Administração de Vale do Lobo, mas não conseguiu. Diogo Gaspar Ferreira ganhava 420 mil euros por ano, quando o empreendimento estava enterrado em dívidas. A Autoridade Tributária estima também que o arguido da Operação Marquês não tenha declarado 400 mil euros pagos pelo aldeamento.

  • Estudante português desaparecido no mar Báltico

    País

    Um jovem português de 21 anos desapareceu na segunda-feira, dia 13 de novembro, enquanto fazia uma viagem de cruzeiro entre a cidade finlandesa de Helsínquia e a capital da Suécia, Estocolmo. As autoridades locais fizeram buscas na madrugada em que Diogo Penalva caiu ao mar Báltico, por volta das duas da manhã.

  • Notas e moedas têm os dias contados?
    6:27
  • Político oferece 1,3 milhões por decapitação de atriz

    Mundo

    Deepika Padukone é uma das personagens principais do filme que retrata a relação entre uma rainha hindu e um governante muçulmano. O filme enfureceu um político do Governo indiano, que ofereceu 1,3 milhões de euros como recompensa a quem decapitasse a atriz. A polícia já destacou agentes para proteger a atriz, bem como a sua família.

  • Paris inaugura primeiro restaurante naturista

    Mundo

    Para entrar, é preciso retirar a roupa e apenas as mulheres podem permanecer calçadas. O primeiro restaurante naturista de Paris abriu em novembro para responder a uma necessidade em França, principal destino do mundo para os praticantes de nudismo.

  • Peru faz aparição especial na Casa Branca
    1:10

    Mundo

    Os norte-americanos estão a preparar-se para o tradicional Dia de Ação de Graças, assinalado na próxima quinta-feira. O tradicional peru fez esta terça-feira uma aparição especial na sala de conferências de imprensa, na Casa Branca, em Washington. O peru é o prato tradicional no Dia de Ação de Graças, uma data de louvor a Deus, que remonta ao século XVII e que é celebrada na quarta quinta-feira de novembro, sobretudo nos Estados Unidos da América e no Canadá.

  • Sara Sampaio brilha em Xangai
    1:50