sicnot

Perfil

Daesh

Daesh

Daesh

Jihadistas controlam estratégica localidade no centro da Síria

O grupo terrorista Estado Islâmico (EI) tomou hoje o controlo da estratégica localidade de Al Quariatain, na província central síria de Homs, informou o Observatório Sírio dos Direitos Humanos.

Bandeira do grupo Boko Haram.

Bandeira do grupo Boko Haram.

© Joe Penney / Reuters

Segundo a organização não-governamental, os 'jihadistas' conquistaram a localidade após intensos confrontos com as forças do regime do Presidente sírio, Bashar al-Assad, depois de terem lançado uma ofensiva para a dominar na noite de terça-feira.

Pelo menos 28 membros das forças do regime e 24 radicais morreram nos confrontos, de acordo com o Observatório Sírio dos Direitos Humanos.

Al Quariatain é uma localidade importante porque se situa junto da estrada que liga a parte oriental de Homs ao leste da região da Al Qalamun, na periferia da capital síria, Damasco.

O grupo extremista avançou em maio pelo leste de Homs, onde tomou o controlo de várias localidades, como a cidade monumental de Palmira, cujas ruínas figuram na lista de Património da Humanidade da UNESCO.

O Estado Islâmico proclamou, no final de junho de 2014, um califado na Síria e no Iraque, onde controla vastas parcelas de território.

Lusa

  • Marcelo regressa à televisão ao domingo
    0:36

    Programas

    Um ano depois de ser eleito, entre o sucesso popular e o compromisso político, eis a primeira entrevista do Presidente da República. Marcelo Rebelo de Sousa regressa à televisão ao domingo, para uma entrevista exclusiva no Jornal da Noite da SIC.

    Hoje no Jornal da Noite

  • Oceanário de Lisboa dá formação sobre impacto da acumulação de plásticos nos oceanos
    2:37
  • Descarrilamento de comboio na Índia faz quase 40 mortos
    1:15

    Mundo

    Quase 40 pessoas perderam a vida e mais de 50 ficaram feridas, algumas em estado muito grave, num descarrilamento, no estado de Andhra Pradesh, no sudeste da Índia. O acidente aconteceu às de sábado e a esta hora as equipas de socorro ainda procuram cadáveres por entre os escombros do que resta do comboio.