sicnot

Perfil

Daesh

Daesh

Daesh

Grupo Estado Islâmico reivindica atentado que matou 60 pessoas em Bagdade

O grupo extremista Estado Islâmico (EI) reivindicou hoje a autoria da explosão num camião armadilhado quinta-feira numa zona da maioria xiita a norte de Bagdade, que matou pelo menos 38 pessoas, de acordo com as autoridades.

AHMED ALI

O grupo disse num comunicado publicado na internet que levou a cabo "a operação abençoada" em Sadr City, que devastou uma grande área do mercado de legumes.

Segundo a agência Efe, foram 50 os mortos causados pelo atentado na zona de maioria xiita. Já a agência France Press, por sua vez, refere que o ataque registado por volta das 06:00 locais (04:00 em Lisboa) causou pelo menos 38 vítimas mortais.

Fonte da polícia iraquiana disse à Efe que a maioria das vítimas são agricultores que tinham ido ao mercado vender as suas frutas e legumes.

A explosão do camião, carregado com uma grande quantidade de explosivos, destruiu várias tendas do mercado e incendiou veículos estacionados na zona.

Yamila está localizada no densamente povoado distrito de Sadr City, com mais de dois milhões de pessoas de maioria xiita.

Até ao início da manhã de hoje nenhum grupo tinha reivindicado a autoria do ataque.

O Iraque enfrenta desde junho de 2014 uma guerra contra o autoproclamado Estado Islâmico, que conquistou amplas zonas do seu território e proclamou um califado neste país e na vizinha Síria.

Na quarta-feira, dois soldados iraquianos morreram e outros oito ficaram feridos numa emboscada perpetrada por 'jihadistas' na província ocidental de Al Anbar.

Lusa

  • "O que é isto, mamã?"
    36:23
  • O ensino à distância em Portugal
    4:12

    País

    Em Portugal, o ensino básico e secundário à distância já conta com 300 alunos e com a preciosa ajuda das novas tecnologias. É através do computador que a escola viaja e acompanha os alunos, alguns com doenças que não os permitem ir às aulas, outros que são atletas de alta competição e que têm a maior parte do tempo ocupado por treinos ou ainda os que fazem parte de famílias itenerantes, como é o caso dos que vivem no circo e andam de terra em terra.

  • Aprender a jogar badminton ao ritmo do samba
    2:54

    Mundo

    No Brasil, a correspondente da SIC foi conhecer um projeto social no Rio de Janeiro que mistura samba e desporto. Um desporto que ainda é pouco praticado mas que tem sido fundamental para transformar a vida de jovens das favelas e para descobrir novos talentos do badminton brasileiro.

    Correspondente SIC