sicnot

Perfil

Daesh

Daesh

Daesh

Casa Branca anuncia morte do nº2 do Estado Islâmico

O número dois do grupo extremista Estado Islâmico foi morto durante um ataque aéreo dos Estados Unidos no norte do Iraque, informou hoje a Casa Branca.

O Conselho Nacional de Segurança identificou o militante morto como Fadhil Ahmad al-Hayali, também conhecido como Haji Mutaz.

As forças de defesa dos Estados Unidos explicaram que Al-Hayali morreu juntamente com um operacional daquele grupo conhecido como Abu Abdullah, na passada terça-feira, durante um ataque contra um veículo perto da cidade de Mossul.

A Casa Branca descreveu Al-Hayali como membro do conselho governativo do grupo Estado Islâmico e "principal coordenador para o transporte de grandes quantidades de armas, explosivos, veículos e pessoas entre o Iraque e a Síria".

"Fadhil Ahmad al-Hayali apoiou as operações do grupo em ambos os países e foi responsável pelas operações do Estado Islâmico no Iraque nos últimos dois anos", sublinhou a Casa Branca, acrescentando que antes de pertencer àquele grupo extremista Al-Hayali fazia parte da facão iraquiana da Al-Qaida.

Lusa

  • Família perde tudo na aldeia de Queirã
    2:32
  • Temperaturas sobem no fim de semana, risco de incêndio aumenta
    1:08

    País

    A chuva que caiu nos últimos dias não deverá ter impactos relevantes na dominuição da seca e, por isso, o risco de incêndios vai voltar a aumentar com nova subida das temperaturas. Os termómetros podem chegar aos 30 graus entre domingo e quarta-feira.

  • Não me parece o melhor princípio político, mas percebo que António Costa queira ter junto de si, sobretudo em tempos difíceis, os mais próximos. Os homens de confiança pessoal e política. Em plena tempestade, o primeiro-ministro chamou dois amigos de longa data, ex-colegas da Faculdade de Direito, Eduardo Cabrita e Pedro Siza Vieira. E eles não disseram que não.

    Bernardo Ferrão