sicnot

Perfil

Daesh

Daesh

Daesh

Novo balanço conta 50 mortos em ataques no Iraque

Pelo menos 50 pessoas foram mortas hoje em três ataques com carros-bomba no Iraque, um dos quais em Bassora, no sul do país, região reivindicada pelo grupo radical Estado Islâmico (EI).

© Ahmed Saad / Reuters

O grupo extremista sunita, que tomou o controlo de grandes áreas do país desde o ano passado, parecia, até então, ter um acesso reduzido à região xiita do sul.

"Pelo menos dez pessoas foram mortas em Zubair (perto de Bassora) e 24 ficaram feridas", disse Jabbar al-Saadi, um membro do Conselho Provincial, segundo o qual este atentado teve lugar à tarde no mercado Souk al-Hallaquine.

Ao norte de Bagdade, uma área regularmente alvo de ataques 'jihadistas', 35 pessoas morreram e 74 ficaram feridas num atentado com um carro-bomba estacionado junto a um mercado na cidade de Khalès, segundo a polícia.

Já na cidade de Hosseiniyah, cerca de 20 quilómetros a norte da capital iraquiana, a explosão de uma outra viatura armadilhada matou cinco pessoas e feriu 17, informou um coronel da polícia.

Num comunicado publicado nas redes sociais, o grupo Estado Islâmico disse que, perto de Bassora, "o exército do Califado conseguiu detonar um carro-bomba estacionado no meio de uma reunião de Rafidha [termo que o EI usa para os muçulmanos xiitas]".

Lusa

  • Assembleia-geral do Sporting marcada para 23 de junho
    2:57
  • Congresso do PS começa hoje na Batalha

    País

    O 22.º Congresso do PS começa hoje, na Batalha, distrito de Leiria, e durante o qual o secretário-geral, António Costa, deverá defender uma linha de continuidade estratégica, procurando, em simultâneo, projetar desafios estruturais que se colocam ao país.

  • Gonçalo Guedes: o menino franzino que jogava mais que os outros em Benavente
    8:47
  • Juiz impede acesso a informações bancárias e e-mails de António Mexia
    1:50

    País

    No inquérito crime que investiga a EDP, continua um braço de ferro entre o Ministério Público e o juiz de instrução. O magistrado voltou a negar o acesso a informações bancárias e a e-mails de António Mexia, que constavam dos processos da Operação Marquês e do universo Espírito Santo.

  • Estudo acaba com teorias da conspiração sobre a morte de Hitler

    Mundo

    Existem algumas versões sobre o desaparecimento do ditador nazi, Adolf Hitler. Há quem diga que viajou para um país da América do Sul, outros acreditam que está escondido na Antártida e há até quem vá mais longe e acredita que estaria na Lua. Mas, teorias da conspiração à parte, a história oficial diz que Hitler suicidou-se num bunker, em Berlim, Alemanha.

    SIC