sicnot

Perfil

Daesh

Daesh

Daesh

Avião da coligação teve de mudar de rota para evitar aparelho russo

A coligação que combate o grupo extremista Estado Islâmico teve de alterar a rota de um seu avião sobre a Síria para evitar que este se aproximasse de um aparelho russo, informou hoje o Pentágono.

© Murad Sezer / Reuters

"Houve pelo menos uma vez" uma circunstância em que a coligação liderada pelos EUA "teve de agir para modificar a rota" de um dos seus aviões, indicou um porta-voz do Pentágono, Jeff Davis.

Os aviões russos estão a fazer bombardeamentos na Síria desde há uma semana. O ministro da Defesa russo, Serguei Shoigou, já afirmou que os aparelhos tinham atacado 12 alvos desde o início da operação.

Entretanto, os russos usaram pela primeira vez mísseis, disparados a partir de navios no Mar Cáspio, para atingir alvos na Síria.

Desde 30 de setembro, dia do início dos bombardeamentos russos, a coligação realizou 43 ataques na Síria, segundo um levantamento feito pela AFP, com base nos comunicados diários da coligação.

Questionado sobre o número de vezes que a coligação teve de reorientar os seus aviões, o porta-voz esquivou-se a responder.

"Tivemos de mudar a rota do avião, isso ocorre milhares de vezes por dia no céu [norte-]americano", relativizou.

Revigorado pelo apoio dos bombardeamentos russos, o exército sírio lançou hoje uma vasta ofensiva terrestre no norte da província de Hama, no centro do país.

Lusa

  • Ronaldo terá colocado milhões de euros nas Ilhas Virgens britânicas
    4:15

    Desporto

    José Mourinho e Cristiano Ronaldo são apenas dois dos nomes da maior fuga de informação na história do desporto. A plataforma informática Football Leaks forneceu milhões de documentos à revista alemã Der Spiegel, entre os quais documentos que indicam que o capitão da seleção nacional terá colocado milhões de euros da publicidade nas Ilhas Virgens britânicas. Os dados foram analisados por um consórcio de 60 jornalistas, do qual o Expresso faz parte, numa investigação que pode ler este sábado no semanário ou ainda esta sexta-feira, em formato online.

  • Obama diz que Guterres "tem uma reputação extraordinária"
    1:38

    Mundo

    António Guterres diz que vai trabalhar com Barack Obama e também com Donald Trump, na reforma das Nações Unidas. O futuro secretário-geral da ONU foi recebido por Obama, na Casa Branca, onde recebeu vários elogios do presidente norte-americano.

  • Mãe do guarda-redes da Chapecoense comove o Brasil
    1:37
  • Dezenas de mortos em bombardeamentos do Daesh em Mossul

    Daesh

    Dezenas de civis, entre os quais várias crianças, morreram e outros ficaram feridos em ataques de morteiro efetuados pelo grupo extremista Daesh em Mossul, disse à agência Efe o vice-comandante das forças antiterroristas iraquianas.

  • Morreu o palhaço que fazia rir as crianças de Alepo

    Mundo

    Anas al-Basha, mais conhecido como o Palhaço de Alepo, morreu esta terça-feira durante um bombardeamento aéreo na zona dominada pelos rebeldes. O funcionário público mascarava-se de palhaço para ajudar a trazer algum conforto e alegria às crianças sírias, que vivem no meio de uma guerra civil.

  • Tribunal chinês iliba jovem executado há 21 anos

    Mundo

    Nie Shubin foi fuzilado em 1995, na altura com 20 anos, depois de ter sido condenado por violação e assassinato de uma mulher, na cidade de Shijiazhuang. Agora, a justiça chinesa vem dizer que, afinal, o jovem era inocente, uma vez que não foram encontradas provas suficientes para o condenar.