sicnot

Perfil

Daesh

Daesh

Daesh

Polícia turca interroga 20 pessoas suspeitas de pertencerem ao Estado Islâmico

A polícia turca deteve para interrogatório 20 pessoas suspeitas de pertenceram ao grupo Estado Islâmico em Antalia, onde vai decorrer a cimeira do G20 nos dias 15 e 16 de novembro, informou hoje a agência de notícias Dogan.

© Sertac Kayar / Reuters

As autoridades turcas lançaram uma caça aos extremistas do Estado Islâmico desde os atentados suicidas que causaram a morte de 102 pessoas e ferimentos noutras 500, durante uma manifestação pela paz no dia 10 de outubro passado, em Ancara.

Segundo o procurador de Ancara, aquele ataque, o mais mortífero da histórica turca, foi comandado pelo estado-maior do Estado Islâmico na Síria.

A cidade de Antalia, conhecido destino turístico no sul do país, vai acolher a cimeira anual dos chefes de Estado e de Governo dos 20 países mais ricos do planeta nos próximos dias 15 e 16, numa agenda de trabalhos que inclui questões ligadas ao terrorismo e à luta contra o Estado Islâmico.

A cimeira deverá contar com a presença dos presidentes norte-americano, Barack Obama, e russo, Vladimir Putin.

O chefe da diplomacia turca, Feridun Sinirlioglu, afirmou na quarta-feira passada que a Turquia prevê levar a cabo "nos próximos dias" uma ofensiva militar contra os 'jihadistas' do Estado Islâmico, sem adiantar detalhes.

O regime do Presidente turco, Recep Tayyip Erdogan, foi durante muito tempo alvo de suspeitas de conivência em relação aos grupos radicais que combatem o regime de Damasco e incluem o Estado Islâmico.

Depois de meses de pressão por parte dos seus aliados da NATO, Ancara aceitou no verão passado juntar-se à coligação militar contra o Estado Islâmico levado a cabo pelos Estados Unidos, o que provocou a ira dos 'jihadistas'.

Lusa

  • Leão de Ouro de Souto de Moura faz "muito bem à alma" dos portugueses
    1:53
  • "Sonho com um futuro melhor", o desejo de um jovem sírio em Portugal
    2:12

    País

    Mais de 50 jovens sírios chegaram esta madrugada a Lisboa, para iniciarem o novo ano letivo, em Portugal. Sonham com um futuro melhor. Sonham com uma educação melhor. Os 54 estudantes vieram ao abrigo do programa lançado pelo antigo Presidente da República, Jorge Sampaio, que nos últimos anos já deu uma nova oportunidade a cerca de 200 alunos.

  • Na linha do triunfo
    16:49
  • Chamas do incêndio no Europa Park na Alemanha atingiram os 15 metros de altura
    0:57