sicnot

Perfil

Daesh

Daesh

Daesh

Jihadistas tinham planos contra a cimeira do G20

A célula jihadista do autodenominado Estado Islâmico, que causou a morte a 102 pessoas em outubro num duplo atentado suicida em Ancara, Turquia, tinha planos contra a cimeira do G20, que terminou segunda-feira em Antalya, revelam os media turcos.

© Jonathan Ernst / Reuters

A investigação aos computadores que a polícia encontrou nas casas dos jihadistas vinculados ao atentado de Ancara apontava para o facto de a cimeira do G20 ser um alvo e que estes tinham "feito explorações" nos hotéis onde os líderes mundiais estiveram alojados.

Os planos contra a reunião dos líderes mundiais foram encontrados no computador de Yunus Durmaz, procurado pela polícia e que é considerado um dos cérebros do atentado de Ancara, de acordo com o diário turco Hurriyet.

As forças de segurança também encontraram na casa de Durmaz, em Gaziantep, uma cidade junto à fronteira com a Síria, um depósito de armas.

A documentação intercetada revelou também que os jihadistas tinham estabelecido 26 objetivos, em 18 províncias turcas, entre os quais a comunidade judia e grupos turcos de esquerda.

Por causa destes indícios, foram tomadas medidas adicionais de segurança em Antalya, onde estiveram destacados 12.000 polícias.

Lusa

  • Líderes europeus unidos para iniciar saída do Reino Unido
    2:08
  • 100 dias de Trump em 04'30''
    4:33

    Pequenas grandes histórias

    Donald Trump tomou posse como 45º Presidente dos EUA dia 20 de janeiro de 2017, fez 100 dias este sábado. Prometeu grandes mudanças, mas os planos acabaram por chocar de frente com a realidade e a burocracia de Washington, como foi o caso do Obamacare. Foi a primeira ordem executiva que assinou, no dia em que tomou posse, mas a revogação está longe de acontecer.

  • Marcelo recebido por multidão na Ovibeja
    2:52