sicnot

Perfil

Daesh

Daesh

Daesh

John Kerry diz que luta contra o Daesh tem de ser intensificada

O secretário de Estado norte-americano, John Kerry, afirmou hoje que o combate contra o Daesh "tem de ser intensificado", porque o grupo extremista não está a enfraquecer, mas acabará por ser derrotado.

Jacquelyn Martin

Em entrevista à televisão norte-americana NBC News a partir de Abu Dhabi (Emirados Árabes Unidos), onde realiza uma visita oficial, John Kerry defendeu a estratégia do Presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, contra o grupo extremista.

" (A luta) tem de ser intensificada, o ritmo tem de aumentar, e é preciso fazer mais e o mundo entende isso", afirmou Kerry.

"Não acredito que alguém pense que está a ocorrer suficientemente rápida (a derrota do grupo extremista) e estamos a intensificar as nossas medidas", acrescentou.

O chefe da diplomacia norte-americana afirmou que o Presidente Barack Obama "tomou decisões importantes", incluindo colocar mais forças especiais na Síria e deu "passos adicionais", que não podem ser revelados publicamente.

"Estou absolutamente convencido de que, se dermos mais intensidade ao que já estamos a fazer e com uma frente unida, o Daesh será derrotado", afirmou.

John Kerry reuniu-se hoje em Abu Dhabi com o príncipe herdeiro Mohamed bin Zaid al Nahian, com que decidiu "acelerar a derrota do grupo extremista Estado Islâmico".

Na terça-feira, John Kerry inicia uma visita oficial a Israel e à Palestina com baixas perspetivas para relançar o processo de paz entre ambos, mas com o objetivo de convencer uns e outros a alcançar objetivos limitados, incluindo gestos de boa vontade e pôr fim à onda de violência que atinge a zona desde o início de outubro.

Lusa

  • Artista que criou poster de Obama quer invadir EUA com símbolos de esperança

    Mundo

    Shepard Fairey - o artista por trás do tão conhecido cartaz vermelho e azul "Hope" de Barack Obama, durante a campanha eleitoral de 2008 nos EUA - produziu uma série de novas imagens a tempo da tomada de posse de Donald Trump, na sexta-feira. Agora, o artista e a sua equipa querem manifestar uma posição política com a campanha "We The People", contra as ideias que o Presidente eleito tem defendido.

  • Trabalhadores da saúde iniciam greve nacional

    País

    Trabalhadores da saúde estão esta sexta-feira a cumprir uma greve a nível nacional para reivindicar a admissão de novos profissionais, exigir a criação de carreiras e a aplicação das 35 horas semanais a todos os funcionários do setor.

  • Portugal a tremer de frio
    3:07

    País

    Portugal continua a registar temperaturas negativas, sobretudo no Norte do país. Em Trás-os-Montes, por exemplo, marcaram mínimas de 11 graus abaixo de zero e os termómetros desceram tanto que congelaram rios, canalizações de água e até aquecimentos de escolas. Mas nem tudo é mau pois os produtores falam em boa época para curar fumeiro.

  • Juiz brasileiro morto em acidente aéreo investigava corrupção na Petrobras
    1:28
  • Zoo da Indonésia acusado de querer matar ursos à fome

    Mundo

    Um grupo de ativistas da Indonésia acusa o Jardim Zoológico de Bandung de estar a matar à fome os seus animais, incluindo os ursos-do-sol, para ser fechado. Um vídeo recentemente publicado mostra os ursos, que aparecem muito magros e a implorar por comida.

  • Podem as plantas ver, ouvir e até reagir?

    Mundo

    Um professor de Ciências Vegetais da Universidade de Missouri, nos Estados Unidos, passou quatro décadas a investigar as relações entre vegetais e insetos. Na visão de Jack Schultz, as plantas são "como animais muito lentos", que conseguem ver, ouvir, cheirar e até têm comportamentos próprios.