sicnot

Perfil

Daesh

Daesh

Daesh

John Kerry diz que luta contra o Daesh tem de ser intensificada

O secretário de Estado norte-americano, John Kerry, afirmou hoje que o combate contra o Daesh "tem de ser intensificado", porque o grupo extremista não está a enfraquecer, mas acabará por ser derrotado.

Jacquelyn Martin

Em entrevista à televisão norte-americana NBC News a partir de Abu Dhabi (Emirados Árabes Unidos), onde realiza uma visita oficial, John Kerry defendeu a estratégia do Presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, contra o grupo extremista.

" (A luta) tem de ser intensificada, o ritmo tem de aumentar, e é preciso fazer mais e o mundo entende isso", afirmou Kerry.

"Não acredito que alguém pense que está a ocorrer suficientemente rápida (a derrota do grupo extremista) e estamos a intensificar as nossas medidas", acrescentou.

O chefe da diplomacia norte-americana afirmou que o Presidente Barack Obama "tomou decisões importantes", incluindo colocar mais forças especiais na Síria e deu "passos adicionais", que não podem ser revelados publicamente.

"Estou absolutamente convencido de que, se dermos mais intensidade ao que já estamos a fazer e com uma frente unida, o Daesh será derrotado", afirmou.

John Kerry reuniu-se hoje em Abu Dhabi com o príncipe herdeiro Mohamed bin Zaid al Nahian, com que decidiu "acelerar a derrota do grupo extremista Estado Islâmico".

Na terça-feira, John Kerry inicia uma visita oficial a Israel e à Palestina com baixas perspetivas para relançar o processo de paz entre ambos, mas com o objetivo de convencer uns e outros a alcançar objetivos limitados, incluindo gestos de boa vontade e pôr fim à onda de violência que atinge a zona desde o início de outubro.

Lusa

  • O dia que roubou dezenas de vidas em Pedrógrão Grande
    3:47
  • Morreu Miguel Beleza

    País

    Miguel Beleza, economista e antigo ministro das Finanças, morreu esta quinta-feira de paragem cardio-respiratória aos 67 anos.

  • "Estamos a ficar sem espaço. Está na hora de explorar outros sistemas solares"

    Mundo

    O físico e cientista britânico Stephen Hawking revelou alguns dos seus desejos para um novo plano de expansão espacial. Hawking está em Trondheim, na Noruega, para participar no Starmus Festival que promove a cultura científica. E foi lá que o físico admitiu que a população mundial está a ficar sem espaço na Terra e que "os únicos lugares disponíveis para irmos estão noutros planetas, noutros universos".

    SIC

  • Não posso usar calções... visto saias

    Mundo

    Perante a proibição de usar calções no emprego, um grupo de motoristas franceses adotou uma nova moda para combater o calor. Os trabalhadores decidiram trocar as calças por saias, visto que a peça de roupa é permitida no uniforme da empresa para a qual trabalham.

  • De refugiada a modelo: a história de Mari Malek

    Mundo

    Mari Malek chegou aos Estados Unidos da América quando era ainda uma criança. Chegada do Sudão do Sul, a menina era uma refugiada à procura de um futuro melhor, num país que não era o seu. Agora, anos depois, Mari Malek é modelo, DJ e atriz, e vive em Nova Iorque. Fundou uma organização sediada no país onde nasceu voltada para as crianças que passam por dificuldade, como também ela passou.