sicnot

Perfil

Daesh

Daesh

Daesh

Polícia australiana alerta para grupo de jihadistas no país

A polícia australiana alertou para a existência de um "pequeno grupo" de 'jihadistas' no país, incluindo menores de idade, capazes de perpetrar atos terroristas na Austrália, informam hoje meios de comunicação locais.

© Daniel Munoz / Reuters

"Não há dúvida de que há um pequeno grupo em Sydney ligado a uma atividade que procura perturbar o estilo de vida australiano", disse Neil Gaughan, chefe da divisão antiterrorismo da polícia federal da Austrália, à televisão ABC.

Neil Gaughan apontou para a existência de um grupo de 19 pessoas, cujas identidades não foram reveladas, sete das quais se encontram na prisão.

Desde 2014, a polícia australiana deteve mais de 30 pessoas acusadas de delitos ligados ao terrorismo.

Em setembro do ano passado, a Austrália elevou o nível de alerta terrorista de "médio" para "alto" pela primeira vez em dez anos.

À luz do sistema australiano, o nível "alto" significa que é "provável" a ocorrência de um atentado terrorista.

Desde então, as autoridades têm levado a cabo uma série de operações antiterrorismo de larga escala, tendo o alarme sido agravado pela partida de mais de uma centena de australianos para o Iraque e para a Síria para combaterem nas fileiras dos 'jihadistas' do Daesh.

Lusa

  • Confrontos durante manifestações pró e contra política de imigração na Austrália

    Crise Migratória na Europa

    Dezenas de pessoas envolveram-se em confrontos na Austrália durante manifestações a favor e contra a entrada de imigrantes muçulmanos no país. Os manifestantes de extrema-direita alegam que a onda de imigração põe em causa a defesa da identidade nacional. Na reação, vários grupos antirracistas apelaram à paz. Dezenas de pessoas acabaram por evolver-se em confrontos com a polícia, seis pessoas foram detidas.

  • Sete pessoas morreram num acidente de helicóptero na Nova Zelândia

    Mundo

    Sete pessoas morreram num acidente de helicóptero na Nova Zelândia. O aparelho despenhou-se sobre um glaciar na costa oeste da ilha Sul. A chuva intensa terá estado na origem do acidente. Além do piloto, a bordo seguiam quatro turistas do Reino Unido e dois da Austrália. Pelo menos, três corpos foram recuperados. Devido às dificuldades de acesso ao local, as operações de resgate devem prolongar-se durante os próximos dias.