sicnot

Perfil

Daesh

Daesh

Daesh

Libertados dois suspeitos de preparar atentado em Berlim

Os dois homens que a polícia alemã deteve quinta-feira em Berlim por suspeitas de preparação de um atentado terrorista foram hoje postos em liberdade por não terem sido encontradas provas do respetivo envolvimento, disse fonte oficial.

© Fabrizio Bensch / Reuters

Um porta-voz da polícia alemã lembrou que a detenção ocorreu depois de ter sido detetado um automóvel suspeito na sequência de uma investigação a uma mesquita e a um centro cultural em Berlim, veículo que as forças de segurança locais julgaram conter explosivos, o que não veio a confirmar-se.

As autoridades alemãs relacionaram os dois suspeitos, um sírio de 28 anos e um tunisino de 46, com a organização terrorista Estado Islâmico (EI), Daesh, e consideraram-nos "potencialmente perigosos".

Segundo as informações difundidas por vários órgãos de comunicação social alemães, as suspeitas iniciais apontavam para a ideia de que os dois suspeitos planeavam transportar os explosivos para Dortmund (leste da Alemanha) para perpetrar um atentado terrorista.

Face aos receios de uma explosão, a vistoria feita ao automóvel, o que obrigou à evacuação das pessoas de todos os edifícios num raio de 300 metros em redor, acabou por não confirmar as suspeitas.

A mesquita investigada, situada no bairro berlinês de Charlottenurg, não está sob observação permanente dos organismos de segurança alemães.

Lusa

  • Principais factos da acusação no caso BPN dados como provados

    País

    O coletivo de juízes responsável pelo julgamento do processo principal do caso BPN, liderado por Luis Ribeiro, deu início à leitura do acórdão pelas 10:30, com quatro arguidos ausentes do tribunal, entre os quais Oliveira Costa. Os principais factos da acusação são dados como provados, mas a leitura deverá demorar algumas horas

  • Autódromo do Estoril está ilegal há 45 anos

    Desporto

    De acordo com o Público este equipamento desportivo, inaugurado na década de 70, não tem licença de construção nem de utilização. Uma notícia que apanhou de surpresa o executivo camarário de Cascais, liderado por Carlos Carreiras.

  • Seca na Bacia do Sado exige restrições ao uso da água no Alentejo

    País

    A Agência Portuguesa do Ambiente aprovou hoje um conjunto de medidas para gestão dos recursos hídricos, definindo medidas específicas para a bacia hidrográfica do Sado, a única que se encontra em situação de seca. Além da diminuição de regas em hortas e jardins, a APA recomenda o encerramento das fontes decorativas, a proibição de encher piscinas e de lavagem de automóveis.