sicnot

Perfil

Daesh

Daesh

Daesh

Chefe da diplomacia dos EUA pede ao Kosovo para reforçar combate ao jihadismo

O secretário de Estado norte-americano, John Kerry, pediu hoje ao Kosovo maior empenho para evitar o recrutamento de candidatos ao jihadismo, após encontros em Pristina com diversos responsáveis kosovares.

Reuters

Reuters

© Jonathan Ernst / Reuters

No decurso de uma curta visita à ex-província da Sérvia com maioria de população albanesa muçulmana, que autoproclamou a independência em 2008, o chefe da diplomacia dos EUA disse que os dois países "trabalham em conjunto para combater a ameaça que representa o extremismo, o financiamento de terroristas e os combatentes que regressam da Síria".

"Mas é evidente que deve ser feito mais", acrescentou.

Kerry, que se reuniu designadamente com o primeiro-ministro Isa Mustafa, considerou que o Kosovo "forneceu exemplos muito fortes para a região com diversas detenções importantes e a sua lei reforçada para combater o extremismo".

No entanto, e segundo o ministério do Interior kosovar, cerca de 300 cidadãos do Kosovo juntaram-se às fileiras dos 'jihadistas' na Síria e Iraque. Cerca de 50 foram mortos, enquanto 120 já regressaram aos Balcãs.

Em maio, a justiça do Kosovo acusou mais de 30 pessoas por terrorismo", suspeitas de se terem juntado às fileiras do grupo Estado Islâmico (EI) na Síria ou pretenderem viajar para os dois países, para além de presumíveis recrutadores.

O Kosovo (1,8 milhões de habitantes), à semelhança de outros países dos Balcãs ocidentais ou habitam comunidades muçulmanos que também forneceram candidatos à 'jihad', aprovou em março uma lei que prevê penas até 15 anos de prisão para quem decida combater no estrangeiro.

Lusa

  • Costa preparado para falar da renegociação da dívida no plano europeu
    2:24

    País

    O primeiro-ministro não quer quebrar com as regras impostas pela UE e não vai dar o primeiro passo na renegociação da dívida, mas estará na linha da frente quando Bruxelas ceder. Em entrevista à RTP, António Costa garante que o Governo cumpriu tudo aquilo que acordou com o presidente demissionário da Caixa Geral de Depósitos, António Domingues.

  • Nova Deli é "altamente tóxica" para os cidadãos

    Mundo

    Nova Deli foi considerada altamente tóxica para os cidadãos. A capital da Índia é considerada há mais de três anos a cidade mais poluída do mundo, mas só este ano se concluiu que é tão tóxica que é capaz de provocar doenças crónicas a quem lá vive.