sicnot

Perfil

Daesh

Daesh

Daesh

Chefe da diplomacia dos EUA pede ao Kosovo para reforçar combate ao jihadismo

O secretário de Estado norte-americano, John Kerry, pediu hoje ao Kosovo maior empenho para evitar o recrutamento de candidatos ao jihadismo, após encontros em Pristina com diversos responsáveis kosovares.

Reuters

Reuters

© Jonathan Ernst / Reuters

No decurso de uma curta visita à ex-província da Sérvia com maioria de população albanesa muçulmana, que autoproclamou a independência em 2008, o chefe da diplomacia dos EUA disse que os dois países "trabalham em conjunto para combater a ameaça que representa o extremismo, o financiamento de terroristas e os combatentes que regressam da Síria".

"Mas é evidente que deve ser feito mais", acrescentou.

Kerry, que se reuniu designadamente com o primeiro-ministro Isa Mustafa, considerou que o Kosovo "forneceu exemplos muito fortes para a região com diversas detenções importantes e a sua lei reforçada para combater o extremismo".

No entanto, e segundo o ministério do Interior kosovar, cerca de 300 cidadãos do Kosovo juntaram-se às fileiras dos 'jihadistas' na Síria e Iraque. Cerca de 50 foram mortos, enquanto 120 já regressaram aos Balcãs.

Em maio, a justiça do Kosovo acusou mais de 30 pessoas por terrorismo", suspeitas de se terem juntado às fileiras do grupo Estado Islâmico (EI) na Síria ou pretenderem viajar para os dois países, para além de presumíveis recrutadores.

O Kosovo (1,8 milhões de habitantes), à semelhança de outros países dos Balcãs ocidentais ou habitam comunidades muçulmanos que também forneceram candidatos à 'jihad', aprovou em março uma lei que prevê penas até 15 anos de prisão para quem decida combater no estrangeiro.

Lusa

  • Coreia do Norte lança novo míssil balístico

    Mundo

    O Pentágono detetou esta sexta-feira mais um lançamento de um míssil balístico por parte da Coreia do Norte. O primeiro-ministro japonês já confirmou o lançamento, que terá atingido a zona económica exclusiva, no Mar do Japão.

  • Menino perdido na Praia da Luz foi levado à GNR por turista
    1:11

    País

    Um menino inglês, de sete anos, esteve desaparecido na quinta-feira na Praia da Luz, no Algarve, depois de se ter perdido dos pais. A GNR colocou duas equipas de investigação no local, mas ao fim de uma hora e meia o rapaz apareceu na esquadra de Lagos acompanhado por um turista a quem terá pedido ajuda.

  • Mais viagens mas menos turistas de Portugal
    1:22

    País

    Os residentes em Portugal - sejam portugueses ou estrangeiros - realizaram quatro milhões de viagens turísticas, só no primeiro trimestre do ano. Um aumento de mais de 6% nas viagens dentro do país face ao período homólogo e de mais de 15% nas viagens para fora, de avião. O estudo é do INE, o Instituto Nacional de Estatística, que permite fazer o retrato mais claro de quem viaja e porquê.

  • Algarve sozinho gera metade dos bens transacionáveis em Portugal
    4:14

    SIC 25 Anos

    O Algarve quase não tem indústria e os especialistas consideram que é excessivamente dependente do turismo. Ainda assim, sozinho contribui com metade do que Portugal gera em bens transacionáveis. A região tem problemas graves, como a falta de médicos e um custo de vida muito alto, mas continua a atrair a maior parte dos turistas e muitos estrangeiros decidem mesmo escolher a região para viver.