sicnot

Perfil

Daesh

Daesh

Daesh

Daesh divulga vídeo a decapitar alegado espião russo

O grupo extremista Daesh divulgou esta quarta-feira um vídeo na Internet em que se pode ver um combatente a decapitar um homem acusado de espiar para a Rússia em território sírio.

(Arquivo)

(Arquivo)

© Reuters TV / Reuters

Nos primeiros minutos da gravação, cuja autenticidade não pode ser comprovada, o homem que vai ser decapitado afirma que é checheno e que foi enviado pelos serviços secretos russos para espiar.

É a primeira vez que o grupo extremista mostra a alegada execução de um russo, desde que Moscovo iniciou ataques aéreos para apoiar o Governo sírio, no passado dia 30 de setembro.

No vídeo, ainda se pode ver um combatente, que utiliza língua russa, a advertir Moscovo de que as suas forças vão ser derrotadas e os seus militares mortos.

Lusa

  • Economia portuguesa a crescer
    2:26
  • Os likes dos candidatos às autárquicas no Facebook
    4:00

    Autárquicas 2017

    Se há mais de 5 milhões de portugueses no Facebook, é natural que as autárquicas também passem pela rede social mais usada no país e no mundo. A SIC apresenta-lhe os 10 candidatos cujas páginas têm mais seguidores e, para a comparação ser mais justa, os que têm mais seguidores em Portugal - porque há também quem estranhamente tenha milhares de fãs em países como Egito, Filipinas ou Vietname.

  • Embaixador do Bangladesh pede ajuda aos portugueses no caso dos rohingya

    Mundo

    O embaixador do Bangladesh em Lisboa pediu esta sexta-feira aos portugueses que ajudem a resolver o problema dos rohingya. Desde o final de agosto, mais de 400 mil pessoas desta minoria muçulmana fugiram de Myanmar, a antiga Birmânia. O Bangladesh já tinha acolhido outros 400 mil refugiados e vê-se agora a braços com esta crise migratória. Pede por isso a Portugal que pressione Myanmar para aceitar de volta e em segurança os rohingya.