sicnot

Perfil

Daesh

Daesh

Daesh

França alerta para aumento de combatentes do Daesh na Líbia

O ministro da Defesa francês, Jean-Yves Le Drian, advertiu hoje contra o risco de aumento de combatentes do grupo extremista Estado Islâmico na Líbia, mas descartou a possibilidade de uma intervenção militar naquele país.

Foto de Abdelhamid Abaaoud, publicada na revista online Dabig, órgão de propaganda no Daesh, o autoproclamado Estado Islâmico.

Foto de Abdelhamid Abaaoud, publicada na revista online Dabig, órgão de propaganda no Daesh, o autoproclamado Estado Islâmico.

© Handout . / Reuters

"Estamos a ver chegar à região de Sirte [norte da Líbia] combatentes estrangeiros que, se as nossas operações na Síria e no Iraque reduzirem a base territorial do Daesh [sigla árabe para Estado Islâmico do Iraque e do Levante], podem ser amanhã mais numerosas", disse o ministro em entrevista, que vai ser divulgada na edição de domingo da revista Jeune Afrique.

"É um grande risco e é por isso imperativo que os líbios cheguem a acordo entre si", sublinhou o ministro.

A Líbia é atualmente um Estado falhado, vítima do caos e da guerra civil, desde que em 2011 a comunidade internacional apoiou um movimento rebelde contra a ditadura de Muammar Khadafi.

Desde as últimas eleições, que o poder está dividido entre dois governos, um com sede em Tripoli e outro, reconhecido pela comunidade internacional, em Tobruk.

Os dois governos são apoiados por grupos de islamitas, senhores de guerra, líderes tribais e traficantes de petróleo, armas, pessoas e droga.

Com a instabilidade no país, o grupo extremista Estado Islâmico e a organização Al-Qaida no Magrebe Islâmico aumentaram a sua influência na Líbia, ganhando poder territorial e contagiando a instabilidade a todo o norte de África.

Na entrevista, o ministro refere também que França se recusa a intervir militarmente na Líbia, a não ser que cheguem a acordo sobre uma solução política.

Lusa

  • As confissões de Sérgio Conceição: do futuro no FC Porto à zanga com Rui Vitória 
    43:14
  • Marcelo descobre que vê mal "ao longe à esquerda"
    2:05

    País

    Marcelo Rebelo de Sousa recebeu uma declaração dos médicos contra a despenalização da eutanásia. A audiência ao atual bastonário e cinco antecessores acontece a uma semana do tema ir a debate no Parlamento, e no dia em que o Presidente da República foi a estrela do Dia da Segurança Infantil. Marcelo aproveitou para fazer um rastreio à visão e concluiu que tem que estar "atento", à esquerda, ao longe".

  • PS "vai ficar em banho-maria durante anos" por causa de Sócrates
    0:59

    País

    Miguel Sousa Tavares considera que o PS vai ficar em "banho-maria" durante anos por causa de José Sócrates. Em entrevista na SIC Notícias, o comentador criticou os dirigentes socialistas pela forma como se tentaram demarcar do ex-primeiro-ministro e disse que António Costa devia ter tomado uma atitude mais concreta.

  • Sabia que pode emprestar dinheiro a empresas e ganhar 7% em juros por ano?
    8:05
  • É desta que provam a existência do monstro de Loch Ness?

    Mundo

    Para muitos, o monstro de Loch Ness não passa de uma lenda. A verdade é que a existência ou não desta criatura mística continua a suscitar debates entre aqueles que acreditam e os cépticos. Uma equipa internacional de investigadores quer responder finalmente à questão através da recolha de ADN ambiental do Loch Ness, na Escócia.

    SIC