sicnot

Perfil

Daesh

Daesh

Daesh

Pelo menos 35 mortos em bombardeamentos aéreos nos arredores de Damasco

Pelo menos 35 pessoas, incluindo seis crianças e cinco mulheres, foram hoje mortas por bombardeamentos de aviões militares nos arredores de Damasco, informou o Observatório sírio de direitos humanos (OSDH).

(Arquivo)

(Arquivo)

Segundo a organização não-governamental, que não precisou a origem dos aviões, ocorreram diversos ataques contra as povoações de Yisrin e Kafr Batna, na região de Guta oriental, o principal bastião da oposição ao regime de Bashar al-Assad na periferia da capital síria.

Os bombardeamentos também terão causado dezenas de feridos, alguns com gravidade, admitindo-se um aumento do número de vítimas mortais.

Na Síria, e atualmente, são várias as forças que utilizam a aviação para efetuar bombardeamentos: o exército do regime, a Rússia, e a coligação internacional liderada pelos Estados Unidos na qual participam, entre outros países, a França e o Reino Unido.

A força aérea do regime sírio e da Rússia efetuaram nos últimos dias bombardeamentos nos arredores de Damasco, enquanto a coligação internacional centra os seus ataques conta posições do grupo extremista Estado Islâmico (EI), em particular no norte da Síria.

Moscovo, aliado do Governo sírio, tem assegurado que os seus aviões também têm como objetivo das bases do EI e de outras organizações 'jihadistas'.

Segundo o OSDH, que se apoia numa vasta rede de ativistas e pessoal médico no terreno, o conflito na Síria, iniciado em março de 2011, já provocou mais de 250.000 mortos.

Lusa

  • Cessar-fogo de 30 dias na Síria
    2:07

    Mundo

    O Conselho de Segurança das Nações Unidas chegou este sábado a acordo sobre o cessar-fogo na Síria, depois de três dias de intensas negociações para evitar o veto da Rússia. As tréguas vão durar 30 dias e permitir a entrada de ajuda humanitária em Ghouta Oriental, a região mais atingida pela guerra na Síria, nesta altura. Em apenas sete dias, os bombardeamentos do regime fizeram mais de 500 mortos.

  • Portugueses e espanhóis protestam em Salamanca contra mina de urânio
    0:38

    País

    O Bloco de esquerda desafia o Governo português a exigir às autoridades espanholas uma avaliação do impacto ambiental da mina de urânio a 40 quilómetros da fronteira portuguesa. Este caso está gerar contestação entre os ambientalistas. Várias associações portuguesas participaram este sábado numa manifestação em Salamanca. A Quercus diz-se preocupada com o impacto da mina de urânio no território português.

  • PS e PSD querem acordo sobre fundos e descentralização até ao verão
    3:07
  • Assalto a Tancos e roubo de armas da PSP podem estar relacionados
    1:24

    País

    O assalto a Tancos e o roubo de três armas da PSP, recuperadas na semana passada, podem estar relacionados. O semanário Expresso avança hoje que há suspeitos de terem participado nos dois assaltos e o grupo, ou parte dele, atua principalmente do Algarve, com possíveis ligações a outras organizações espalhadas pelo país ou até transacionais.

  • As gravações que provam que as autoridades conheciam o perfil violento de Nikolas Cruz
    1:35