sicnot

Perfil

Daesh

Daesh

Daesh

Malásia detém cinco suspeitos relacionados com o Daesh

A Malásia deteve cinco homens por suspeita de envolvimento em atos terroristas, incluindo três ligados ao Daesh, informou hoje a polícia.

© Thaier Al-Sudani / Reuters

Os três suspeitos com ligações ao Daesh foram detidos nos estados de Selangor, Kelantan e Johor, acreditando-se que pertencem a uma pequena célula encabeçada por um homem de 31 anos da Indonésia.

A polícia da Malásia indicou que o líder da rede prometeu lealdade ao líder do Daesh, Abu Bakar al-Baghdadi, através do Facebook no ano passado, e que mantinha contacto com vários malaios que se juntaram ao movimento extremista na Síria.

As autoridades suspeitam que servia como facilitador no envio de pessoas da Malásia e de vários países vizinhos para as fileiras do Daesh na Síria e outros grupos terroristas no Sudeste Asiático.

Os outros dois suspeitos foram um malaio de 59 anos que ajudou a providenciar a viagem, bem como um jovem de 25 anos natural do Bangladesh que planeava juntar-se aos "jihadistas", indicou a polícia.

Numa série de raides lançados desde meados de novembro, a polícia também deteve um professor de inglês, de 44 anos, procedente da Europa, que alegadamente ter-se-ia juntado à rede Al-Qaeda, e que terá estado envolvido em atos terroristas no Afeganistão e na Bósnia.

As mais recentes operações levadas a cabo pela polícia da Malásia surgem na sequência dos crescentes receios relativos à eventual ocorrência de eventuais atentados terroristas na região.

Lusa

  • Bruno de Carvalho e Octávio Machado suspensos

    Desporto

    O presidente do Sporting, Bruno de Carvalho, e o diretor-geral para o futebol, Octávio Machado, foram esta terça-feira suspensos pelo Conselho de Disciplina da Federação Portuguesa de Futebol, na sequência de uma queixa apresentada pelo Benfica em novembro de 2015.

  • Corredora exausta é levada ao colo até à meta na meia maratona do amor
    1:06

    Mundo

    Aconteceu este domingo em Filadélfia, EUA. A poucos metros da meta uma corredora exausta é amparada por dois colegas. Mas o cansaço é tanto que fica sem força nas pernas. É quando aparece a terceira ajuda. Um homem volta para trás e leva-a no colo até à meta. A centímetros do fim larga-a para que a corredora possa atravessar a meta pelo seu próprio pé.

    Patrícia Almeida

  • Kennedy acreditava que Hitler estava vivo

    Mundo

    Um diário de John F. Kennedy vai a leilão em Boston, nos Estados Unidos da América. O diário foi escrito durante a sua breve carreira como jornalista, depois da 2.ª Guerra Mundial. No livro, foram expostas algumas teorias do antigo Presidente norte-americano, como a possibilidade de Hitler estar vivo.

    Ana Rute Carvalho