sicnot

Perfil

Daesh

Daesh

Daesh

Polícia espanhola detém dois marroquinos por suspeita de pertencerem ao Daesh

As autoridades espanholas detiveram na madrugada de hoje, na Catalunha e nas Canárias, mais dois marroquinos, um homem e uma mulher, por suspeita de pertencerem às estruturas de recrutamento do grupo Estado Islâmico.

(SIC/ Arquivo)

"Os dois detidos - integrados na estrutura da organização terrorista Daesh [grupo Estado Islâmico] - desenvolviam um trabalho de apologia e enaltecimento do terrorismo distribuindo, através da internet, material multimédia com o objetivo de aumentar as capacidades operacionais do DAESH. Também tinham feito ameaças de morte em nome do Daesh contra Espanha e contra a França", indicou a polícia espanhola numa nota distribuída à imprensa.

As detenções ocorreram em Mataró (Barcelona) e Pájara (Fuerteventura).

Os dois "tinham organizado uma sofisticada rede internacional de captação, doutrinamento e recrutamento de novos adeptos para a causa jihadista e estavam em contato permanente com outros operativos na Síria".

"Os membros desta célula, agora neutralizada, já tinham feito um juramento público de lealdade ao Daesh e ao seu líder Abu Baker Al Bagdadi", acrescentou a polícia.

Os dois marroquinos também difundiam imagens de execuções de prisioneiros do Daesh, que faziam acompanhar de comentários humilhantes para com as vítimas.

Os dois detidos, seguindo diretrizes do Daesh , distribuíam material multimédia para o uso e manejo de artefactos explosivos e armas, com o fim de facilitar ações terroristas aos operacionais.

"Isto vem corroborar a nova estratégia do Daesh para favorecer a incorporação de novos militantes: já não é necessário viajar para território sírio ou iraquiano para receber formação, já que o treino se pode realizar no país de residência do ativista", explicou a polícia, acrescentando que a organização terrorista pretende assim "minimizar os riscos de que os seus militantes sejam detetados pela polícia".

Com esta última operação antiterrorista, que ainda continua aberta, são já 100 os jihadistas detidos em Espanha este ano.

Lusa

  • Marcelo já sabia da substituição do embaixador de Angola
    4:00

    País

    O Presidente da República sabia há bastante tempo da substituição do embaixador de Angola em Lisboa e já tinha aprovado o nome do futuro representante de Luanda. A revelação foi feita, esta terça-feira, por Marcelo Rebelo de Sousa, numa conversa exclusiva com a SIC no Palácio de Belém. O Presidente contou ainda que não vai enviar recados ao Governo nem aos partidos no discurso de 25 abril que vai fazer na Assembleia da República.

    Exclusivo SIC

  • "O ministro não escondeu nem tapou"
    1:20

    Economia

    Pedro Santana Lopes falou pela primeira vez sobre a auditoria feita à Santa Casa no período em que foi provedor. Esta terça-feira, na SIC Notícias, Santana Lopes desvalorizou as irregularidades e defendeu o ministro do Trabalho, da Solidariedade e da Segurança Social, Vieira da Silva.

    Pedro Santana Lopes

  • Constitucional chumba algumas normas da lei de barrigas de aluguer

    País

    O Tribunal Constitucional chumbou algumas normas do acórdão sobre as barrigas de aluguer. De acordo com o Expresso, a decisão já foi comunicada à Assembleia da República. A obrigatoriedade da regulamentação da lei ser feita pelo Parlamento e não pelo Governo terá sido unânime.

  • A história do bebé que continua a lutar pela vida depois de terem desligado as máquinas

    Mundo

    Alfie Evans sofre de uma doença cerebral degenerativa. A sua condição levou o caso à justiça e, depois de uma batalha judicial entre os pais e o hospital, os juízes determinaram que as máquinas do suporte artificial de vida fossem desligadas. Apesar de os aparelhos terem sido desligados na segunda-feira à noite, segundo os pais, a criança de 23 meses continua a lutar pela vida, respirando sozinha.

    SIC

  • O 10 de julho de 1941 na escrita de João Pinto Coelho
    15:09
  • Chegaram os brinquedos de cartão para a consola
    6:24
  • Marinha resgata 138 migrantes ao largo de Lampedusa

    País

    A fragata da Marinha portuguesa D. Francisco de Almeida resgatou esta terça-feira, ao largo da ilha de Lampedusa, em Itália, 138 migrantes, entre eles 15 mulheres e oito bebés, disse à Lusa fonte do Estado-Maior-General das Forças Armadas.

  • O recado de Donald Trump à Coreia do Norte 

    Mundo

    O Presidente norte-americano, Donald Trump, exortou Pyongyang a eliminar todo o seu arsenal nuclear, precisando o que queria dizer exatamente ao apelar para a "desnuclearização" do regime totalitário, antes de uma aguardada cimeira com o líder norte-coreano.

  • O vestido de noiva de Megan Markle
    1:17