sicnot

Perfil

Daesh

Daesh

Daesh

Daesh faz propaganda em chinês

O grupo terrorista Daesh (autodenominado Estado Islâmico) divulgou o que aparenta ser o primeiro elemento de propaganda em chinês - uma canção em mandarim.

O departamento para as línguas estrangeiras do grupo terrorista - Al-Hayat Media Center - publicou online uma canção semelhante à que já divulgou noutras línguas e que apela aos muçulmanos para pegarem nas armas.

De acordo com SITE Intelligence Group, uma equipa que monitoriza ameaças de grupos radicais online, a canção começou a ser distribuída no domingo através do Twitter e da aplicação de mensagens Telegram.

Cidadãos chineses que debatem online a canção afirmam que quem a canta tem um sotaque do continente.

A porta-voz do Ministério dos Negócios Estrangeiros chinês, Hua Chunying, disse em conferência de imprensa segunda-feira que desconhecia a canção. "Esperamos conseguir garantir a segurança de todos os cidadãos de todos os países através da cooperação internacional", citou o Wall Street Journal.

Ao escolher o mandarim - depois de uigur (minoria muçulmana na China), japonês, bahasa da Indonésia e bahasa da Malásia - o grupo terrorista está a tentar lançar uma base mais ampla na China, diz o SITE Intelligence Group. As estimativas apontam para 23 milhões de muçulmanos na China, a maioria a residir na região Xinjiang, onde habita a maior parte da comunidade uigur.

  • Prisão preventiva para homicida de Barcelos
    1:43

    País

    O alegado homicida de Barcelos vai ficar em prisão preventiva, por quatro crimes de homicídio. Adelino Briote foi ouvido este sábado de manhã no Tribunal de Braga, depois de na sexta-feira ter alegadamente degolado quatro pessoas na freguesia de Tamel, em Barcelos.

  • Homem suspeito de matar a mulher em Esmoriz

    País

    Um homem é suspeito de ter esfaqueado este sábado mortalmente a mulher em Esmoriz, concelho de Ovar, num contexto de violência doméstica, disse à agência Lusa fonte da Guarda Nacional Republicana (GNR).

  • Morte de portuguesa no Luxemburgo afinal não aconteceu

    País

    A morte de uma portuguesa em Bettembourg, no sul do Luxemburgo, não terá acontecido. O Jornal do Luxemburgo avançou, esta manhã, que a emigrante portuguesa tinha sido baleada mortamente pelo filho, uma informação entretanto desmentida por outro jornal online. Segundo o Bom Dia Luxemburgo, o que aconteceu foi afinal uma rusga policial.

  • Estamos quase na hora de verão

    País

    Esta madrugada muda a hora. Quando for 1h00, os relógios adiantam para as 2h00. Será uma noite com menos tempo de sono, mas os dias vão ficar mais longos com o chamado horário de verão.

  • Hora do Planeta, apagam-se as luzes para despertar consciências
    2:19
  • Milhares nas cerimónias fúnebres de dirigente do Hamas

    Mundo

    Milhares de palestinianos participaram nas cerimónias fúnebres de um dirigente do Hamas, assassinado esta sexta-feira, na Faixa de Gaza. Vários homens armados acompanharam o cortejo fúnebre até à mesquita, onde se fizeram as últimas orações.