sicnot

Perfil

Daesh

Daesh

Daesh

Pelo menos 20 elementos do Daesh mortos em bombardeamentos da coligação no Iraque

Pelo menos 20 membros do grupo terrorista Daesh (autodenominado Estado Islâmico), entre os quais um líder militar e religioso local, morreram na sequência de bombardeamentos da coligação internacional na zona de Al Qayara, no norte do Iraque.

(Arquivo)

(Arquivo)

© Murad Sezer / Reuters

Segundo a agência noticiosa espanhola EFE, que cita Fares al Sabaaui, responsável da milícia sunita Multitude Popular dos Clãs, destacada na área, o cabecilha abatido é Jalaf Hussein Jalaf, de nacionalidade iraquiana, comandante militar e emir religioso de Al Qayara.

Os ataques da aviação da coligação efetuados nas últimas horas causaram também um número indeterminado de feridos e a destruição de veículos e equipamentos militares do Daesh.

Al Sabaaui acrescentou que os bombardeamentos aéreos tiveram como alvo sedes regionais do Daesh nas povoações de Douaizat Fauqani, Douaizat Tahtani e Sultan Abdallah, todas na região de Al Qayara.

Esta zona, 50 quilómetros a sul da cidade de Mossul, é o segundo feudo dos jihadistas na província de Ninive e há cerca de um mês que é alvo de frequentes ataques aéreos da coligação internacional.

O Daesh tomou o controlo de Mossul em junho de 2014 e, pouco depois, anunciou a constituição de um califado islâmico nas vastas áreas em seu poder no Iraque e na vizinha Síria.

Lusa

  • BE diz que é urgente preparar o país para a saída do euro
    1:10

    País

    Catarina Martins diz que é urgente preparar o país para o cenário de saída do euro. No final da reunião da mesa nacional do Bloco de Esquerda, a coordenadora do partido criticou o encontro de líderes europeus em Roma e disse ainda que a Europa da convergência chegou ao fim.

  • "Mais UE não significa mais Europa"
    0:50

    País

    O secretário-geral do PCP insiste nas críticas à União Europeia. Um dia depois da comemoração dos 60 anos do Tratado de Roma, Jerónimo de Sousa defendeu, no Seixal, que o modelo europeu está esgotado e prejudica vários países, incluindo Portugal.

  • Aplicação WhatsApp acusada de permitir conversas secretas entre terroristas
    1:45
  • "Um Lugar ao Sol"
    17:05
    Perdidos e Achados

    Perdidos e Achados

    SÁBADO NO JORNAL DA NOITE

    O Perdidos e Achados foi conhecer como eram as férias de outros tempos. Quando o Estado Novo controlava o lazer dos trabalhadores e criava a ilusão de um país exemplar. Na Costa de Caparica, onde é hoje o complexo do INATEL estava instalada a maior colónia de férias do país, chamava-se "Um Lugar ao Sol".