sicnot

Perfil

Daesh

Daesh

Daesh

Raide francês destrói local de fabricação de mísseis do Daesh

A força aérea francesa destruiu durante a noite de sábado para domingo um local de fabricação de mísseis artesanais controlado pelo grupo extremista Estado Islâmico (EI) na Síria, anunciou hoje o ministério da Defesa francês.

(Arquivo)

(Arquivo)

© Stringer . / Reuters

O raide aéreo foi feito por quatro aviões Rafale equipados com mísseis Scalp, especificou a entidade em comunicado, acrescentando que este grupo "atuou em conjunto com os aviões da coligação" num local situado a várias dezenas de quilómetros a leste da cidade de Alep.

"O objetivo visado foi destruído", avançou o Governo francês, realçando que esta ação contribuiu para enfraquecer as capacidades logísticas e militares do EI na proximidade das zonas de combate.

Os mísseis de cruzeiro Scalp permitem ataques de muito maior distância do que as bombas e apresentam uma maior precisão.

A França intensificou os seus ataques contra as posições do EI depois dos atentados de Paris a 13 de novembro, reivindicados pelo grupo terrorista, e que causaram 130 mortos.

Lusa

  • Oposição diz que défice abaixo dos 2,3% se deve ao aumento de impostos
    2:24

    Economia

    O défice de 2016 vai ficar abaixo dos 2,3%, uma garantia dada pelo primeiro-ministro durante o debate quinzenal desta terça-feira. A oposição diz que o resultado é bom para o país mas que se deve a um aumento de impostos, feito pelo Governo no ano passado, e ao trabalho do PSD e do CDS nos anos anteriores.

  • Temperaturas negativas em várias zonas do país nos próximos dias
    1:57

    País

    O frio vai começar a fazer-se sentir nos próximos dias com as temperaturas a descerem para valores negativos em várias zonas do país. Em Lisboa, cinco estações de metro vão estar abertas durante a noite para albergar os sem-abrigo que também vão receber agasalhos e refeições quentes.

  • Medalha idêntica à de Anne Frank encontrada em campo nazi

    Mundo

    Um grupo de investigadores encontrou uma medalha praticamente igual à de Anne Frank, nas escavações ao campo nazi de extermínio Sobibor, na Polónia. Os especialistas do Memorial do Holocausto Yad Vashem em Israel acreditam que a medalha pertencia a Karoline Cohn, que pode ter conhecido Anne Frank.