sicnot

Perfil

Daesh

Daesh

Daesh

Três suspeitos detidos por suposta ligação aos ataques em Jacarta

A polícia da Indonésia deteve hoje três pessoas pela suspeita de estarem relacionadas com o ataque ocorrido na quinta-feira em Jacarta, cuja autoria foi reivindicada pelo grupo extremista Estado Islâmico, informam meios de comunicação locais.

© Beawiharta Beawiharta / Reute

Pelo menos sete pessoas, incluindo cinco atacantes e dois civis, morreram no atentado, que também causou mais de 20 feridos.

As autoridades indonésias entraram em ação ao início do dia de hoje, com rusgas a uma casa situada no subúrbio de Depok, no sul da capital, onde dormiam os três suspeitos, declarou o oficial Dwiyono à cadeia televisiva MetroTV.

A televisão local mostrou imagens dos homens algemados a serem escoltados pela polícia, que também apreendeu os pertencentes encontrados no interior da casa.

Os suspeitos foram transferidos para instalações policiais, onde serão interrogados sobre as suas eventuais ligações aos ataques, disse o responsável.

As autoridades anunciaram hoje um reforço da segurança nos pontos-chave da cidade que, na manhã de quinta-feira, foi palco de múltiplas explosões e de tiroteios no bairro de Jalan Thamrin, uma zona central de Jacarta, onde se localizam vários hotéis e restaurantes frequentados por estrangeiros e escritórios da ONU.

O número de agentes nas imediações de embaixadas e hospitais foi redobrado, tendo também sido adotadas mais medidas em centros comerciais.

País com a maior população muçulmana do mundo, onde 88% dos seus 250 milhões de habitantes professa esta religião, a Indonésia sofreu entre 2000 e 2009 vários atentados.

Lusa

  • Daesh reivindicou ataques em Jacarta
    2:34

    Daesh

    O Daesh reivindicou os ataques de hoje no centro em Jacarta, na Indonésia. Sete pessoas morreram, entre elas quatro terroristas. Dezassete ficaram feridas. Terroristas ligados ao Daesh, o auto-proclamado Estado Islâmico, estão por detrás dos ataques desta manhã, na capital da Indonésia. Houve várias explosões e foram feitos disparos.

  • As IPSS são estruturantes no país. Fazem o que Estado não faz porque não pode, não quer, ou não chega a tudo. Chama-se sociedade civil a funcionar. E o Estado subsidia, ajuda, (com)participa, apoia. Nada contra. A questão é quando as IPSS e outras instituições, fundações, associações, federações e quejandas se tornam verdadeiras "indústrias".

    Pedro Cruz

  • O ano "saboroso" de António Costa
    0:51

    País

    António Costa diz que 2017 foi um ano "saboroso" para Portugal. Num encontro com funcionários portugueses, em Bruxelas, antes do Conselho Europeu desta quinta-feira, o primeiro-ministro realçou o que o país conquistou no último ano, no plano europeu, e que culminou com a eleição de Mário Centeno para a Presidência do Eurogrupo.

  • Os Simpsons já sabiam em 1998 que a Fox iria pertencer à Disney

    Cultura

    Os Simpsons acertaram outra vez. Algo que tem acontecido regularmente nos últimos tempos, com a eleição de Donald Trump, o aparecimento do vírus Ébola ou o escândalo dos Panama Papers. Desta vez, a previsão remonta a 1998, quando a série previu que a 20th Century Fox iria pertencer à Disney.

    SIC