sicnot

Perfil

Daesh

Daesh

Daesh

Grupo extremista Daesh confirma morte de "Jihadi John"

O grupo extremista Daesh confirmou hoje a morte do 'jihadista' britânico conhecido por "Jihadi John", dizendo que ele morreu durante um ataque cometido por um 'drone' no reduto da organização extremista em Raqqa, na Síria, em novembro.

© Handout . / Reuters

Nascido Mohammed Emwazi, "Jihadi John" era tido como o carrasco do grupo 'jihadista', surgindo com uma máscara em diversos vídeos em que eram mostradas decapitações de reféns ocidentais.

Na sua revista digital Dabiq, o grupo diz que Emwazi pereceu a 12 de novembro passado, "quando o carro em que seguia foi alvo do ataque de um 'drone' (aparelho aéreo não tripulado) na cidade de Raqqa, o que destruiu o automóvel e o matou instantaneamente".

À data, os militares norte-americanos disseram ser "razoavelmente certo" que Mohammed Emwazi tinha sido morto no ataque.

Lusa

  • Polícias ameaçam com protestos no arranque do campeonato
    1:24

    País

    Os agentes da PSP ameaçam boicotar a presença nos jogos do campeonato da Primeira e Segunda ligas que começam em 15 dias. Os agentes colocam em causa o atual modelo de policiamento no futebol, que faz com que muitos dos profissionais da PSP trabalhem sem remuneração em dia de folga.

  • 700 milhões para armamento e equipamento militar
    1:16

    País

    Portugal vai investir nos próximos anos 700 milhões de euros em armas e equipamento militar. Segundo a imprensa de hoje, o objetivo é colocar algumas áreas das Forças Armadas a um nível similar ao dos outros aliados da NATO. É o maior volume de programas de aquisição dos últimos anos e parte das verbas vão beneficiar a indústria portuguesa que fabrica aviões, navios-patrulha, rádios e sistemas de comando e controlo.

  • Princesa Diana morreu há 20 anos. Filhos falam pela 1ª vez da intimidade
    1:15