sicnot

Perfil

Daesh

Daesh

Daesh

Número de mortos em bombardeamento em Alepo aumentou para 44

O número de civis mortos na quarta-feira em ataques russos em zonas controladas pelo grupo extremista Daesh no norte da Síria subiu de 12 para 44, de acordo com o Observatório Sírio dos Direitos Humanos.

© Abdalrhman Ismail / Reuters

Segundo o Observatório, 29 civis, incluindo três crianças e nove mulheres, foram mortas em ataques em várias aldeias controladas pelo Daesh na província de Deir Ezzor (leste).

Outros 15 civis foram também mortos pela aviação russa em ataques à cidade de Al-Bab, bastião do Daesh na província a norte do Aleppo e arredores, refere o Observatório.

"Os ataques causaram também dezenas de feridos", segundo a mesma fonte.

Localizado a 30 km a sul da fronteira com a Turquia, Al-Bab caiu nas mãos dos rebeldes em julho de 2012.

Atualmente, a força aérea nacional e a da Rússia estão a bombardear alvos do Daesh e de outras organizações armadas, na Síria.

Além disso, os aviões da coligação internacional contra o Daesh, liderada pelos Estados Unidos, também estão a efetuar ataques aéreos no país, contra as posições dos extremistas.

Lusa

  • Bombardeamento em Aleppo, na Síria, faz 12 mortos

    Mundo

    Pelo menos 12 civis morreram, na noite de hoje, devido a bombardeamentos de aviões de guerra de origem desconhecida, em zonas controladas pelo grupo extremista Daesh na província de Aleppo, avança o Observatório Sírio dos Direitos Humanos.

  • Novo Banco vai reestruturar dívida de Luís Filipe Vieira
    1:22

    Desporto

    O Novo Banco vai reestruturar parte da dívida da empresa de Luís Filipe Vieira, que ronda os 400 milhões de euros. Parte dos ativos da empresa foram transferidos para um fundo para serem rentabilizados no prazo de cinco anos. Esse fundo está a ser gerido pelo vice-presidente do Benfica.

  • Dono de fábrica que ardeu na Anadia diz que produção não vai ser afetada
    2:04
  • Saco azul do BES pagou a 106 pessoas e 96 avenças ocultas
    2:21

    Economia

    Pelo menos 106 pessoas receberam dinheiro da Espírito Santo Enterprises, a companhia offshore criada nas Ilhas Virgens Britânicas e que terá funcionado como um gigantesco saco azul do Grupo Espírito Santo. O jornal Expresso revelou os primeiros vinte nomes da lista, entre os quais estão Zeinal Bava, antigo CEO da PT, e Manuel Pinho, ex-ministro da economia do Governo de José Sócrates.

  • Tragédia em Vila Nova da Rainha aconteceu há uma semana
    7:18
  • Doze meses de polémicas, ameaças e promessas
    3:52