sicnot

Perfil

Daesh

Daesh

Daesh

Pelo menos 45 mortos em ataque a mesquita xiita em Damasco, Síria

Um novo balanço ao número de vítimas de explosões registadas hoje perto da mesquita xiita de Sayyida Zeinab, a sul de Damasco, na Síria, aponta para 45 mortos e 110 feridos.

A informação é avançada pela agência oficial síria, Sana, que refere a ocorrência de três explosões causadas por uma viatura armadilhada e dois bombistas-suicidas.

Anteriormente, um monitor do Observador Sírio dos Direitos Humanos indicara a existência de pelo menos 12 mortos e dezenas de feridos na sequência da explosão de duas bombas perto da mesquita.

A televisão estatal síria, que também noticiou duas explosões, descreveu-as como atos "terroristas".

A mesquita Sayyida Zeinab - que contém o túmulo de uma neta do profeta Maomé e é particularmente venerada como local de peregrinação pelos muçulmanos xiitas - já foi alvo de outros ataques, incluindo um em fevereiro de 2015, quando dois atentados suicidas mataram quatro pessoas e feriram 13 num posto de controlo perto do santuário.

No mesmo mês, uma explosão num autocarro que transportava peregrinos xiitas libaneses com destino a Sayyida Zeinab matou pelo menos nove pessoas, tendo o atentado sido reivindicado pela Frente Al-Nosra, afiliada da Al-Qaeda.

Lusa

  • Videoamador mostra grupo a atar tocha a um touro
    1:33
  • PJ investiga forma como o FC Porto obteve os e-mails
    1:58

    Desporto

    Enquanto o campeonato português de futebol está de férias do relvado, nos bastidores continua uma guerra aberta por causa dos e-mails. O FC Porto entregou à Polícia Judiciária toda a documentação disponível do chamado caso dos e-mails, que envolve o Benfica num alegado esquema de corrupção. O pedido foi feito pela Unidade Nacional de Combate à Corrupção da PJ. A forma como o FC Porto obteve os e-mails também está a ser investigada pela Polícia Judiciária.

  • Manifestantes bloquearam Caracas

    Mundo

    Milhares de pessoas bloquearam esta sexta-feira as ruas de Caracas e de outras cidades, em protesto contra a repressão e o assassinato de manifestantes pelas forças de segurança.