sicnot

Perfil

Daesh

Daesh

Daesh

Milhares de soldados iraquianos mobilizados para reconquistar Mossul

O exército iraquiano está a concentrar dezenas de milhares de homens numa base no norte do Iraque no âmbito da ofensiva para reconquistar Mossul, a segunda cidade do país controlada pelo Daesh, indicaram hoje responsáveis.

© STRINGER Iraq / Reuters (Arquivo)

"As unidades do exército iraquiano começaram a chegar à base militar situada perto da localidade de Makhmur para desencadearem as primeiras operações em direção a Mossul", declarou à agência noticiosa France-Presse, sob anonimato, um general de brigada.

Desde junho de 2014 que o EI controla Mossul, a sua "capital" no Iraque, mas o grupo ultrarradical registou em 2015 diversos reveses militares face às forças de segurança iraquianas, apoiadas por ataques aéreos da coligação internacional liderada pelos Estados Unidos.

"De momento, estão posicionadas três brigadas na base", que poderá ainda acolher 4.500 soldados, acrescentou o responsável, precisando que as 15.ª e 16.ª divisões do exército também vão participar na ofensiva em direção a Mossul.

Makhmur está situada cerca de 70 quilómetros a sudeste de Mossul.

O general precisou que o primeiro objetivo da operação consiste em cortar as rotas de abastecimento do EI entre Mossul e as zonas mais a sul, em particular Hawijah, na província de Kiskuk, ou de Baijo, na província de Salaheddine.

Segundo um responsável curdo, a maioria dos soldados enviados para a zona, sob controlo do Curdistão iraquiano, são de origem curda.

"Estas forças foram deslocadas com o acordo do presidente e do governo da região autónoma do Curdistão", no norte do Iraque, afirmou Halgurd Hekmat, um porta-voz das forças curdas. Este responsável acrescentou que a base vai acolher em simultâneo soldados e aviões militares.

Lusa

  • Nove dos 50 feridos que continuam hospitalizados estão em estado crítico
    3:46

    Ataque em Barcelona

    Os quatro indivíduos implicados nos atentados de Barcelona e Cambrils prestam hoje declarações ao juiz Fernando Andreu, na Audiência Nacional, em Madrid. O enviado especial da SIC, Emanuel Nunes, dá conta do ambiente que se vive em Barcelona esta manhã e faz uma atualização em relação aos feridos no atentado na capital catalã. Cinquenta pessoas continuam hospitalizadas, 9 em estado considerado crítico e 13 em estado grave.

  • Ilibados trabalhadores castigados por consulta de dados fiscais

    País

    Os funcionários da Autoridade Tributária, que tinham sido castigados por terem consultado dados fiscais, foram absolvidos. O jornal Público avançou hoje que as orientações contra as sanções a aplicar aos funcionários partiram do ex-secretário de Estado dos Assuntos Fiscais, Rocha Andrade.

  • Novas regras para os pagamentos em dinheiro vivo

    Economia

    Os pagamentos em dinheiro acima de 3.000 euros são proibidos a partir de quarta-feira, mas aos não residentes são permitidos pagamentos até 10 mil euros, ou o equivalente em moeda estrangeira, segundo um diploma hoje publicado.

  • Brasileiros procuram Portugal
    3:59

    País

    Viver em Portugal é hoje em dia um grande sonho da classe média brasileira. De acordo com o Ministério dos Negócios Estrangeiros, só em 2016, o número de vistos de residência aumentarem em mais de 30%. A língua, a segurança e a qualidade de vida são as razões apontadas para a mudança. Todos os dias, no consulado português no Rio de Janeiro, para a obtenção de vistos.

  • Repórteres fazem relato impressionante dos acontecimentos em Charlottesville
    3:40