sicnot

Perfil

Daesh

Daesh

Daesh

Obama enfrenta contestações na própria administração devido aos resultados da luta contra o Daesh

O Presidente norte-americano começa a enfrentar alguma contestação no seio da própria administração, devido aos resultados da luta contra o Daesh.

© Kevin Lamarque / Reuters

O próprio secretário norte-americano da Defesa referiu-se à luta internacional liderada pelos Estados Unidos como "uma suposta coligação".

Barack Obama invocou entretanto a aliança de 66 países para justificar o sucesso no combate ao auto-proclamado Estado Islâmico, argumentos que não foram suficientes para convencer o titular da pasta da Defesa, que diz que os parceiros dos Estados Unidos devem fazer mais para combater os radicais islâmicos.

Nesse sentido, Ash Carter desloca-se esta terça-feira a Bruxelas onde vai tentar agendar uma reunião com os homólogos de 24 países da coligação internacional, incluindo membros da NATO e dos países do Golfo Pérsico, entre os quais o Iraque.

  • Sporting de Braga eliminado da Liga Europa
    2:01
  • Dissolução da União Soviética aconteceu há 25 anos

    Mundo

    Assinalaram-se esta quinta-feira 25 anos desde o fim do acordo que sustentava a União Soviética. A crise começou em 80, mas aprofundou-se nos anos 90 com a ascensão de movimentos nacionalistas em praticamente todas as repúblicas soviéticas.