sicnot

Perfil

Daesh

Daesh

Daesh

Obama enfrenta contestações na própria administração devido aos resultados da luta contra o Daesh

O Presidente norte-americano começa a enfrentar alguma contestação no seio da própria administração, devido aos resultados da luta contra o Daesh.

© Kevin Lamarque / Reuters

O próprio secretário norte-americano da Defesa referiu-se à luta internacional liderada pelos Estados Unidos como "uma suposta coligação".

Barack Obama invocou entretanto a aliança de 66 países para justificar o sucesso no combate ao auto-proclamado Estado Islâmico, argumentos que não foram suficientes para convencer o titular da pasta da Defesa, que diz que os parceiros dos Estados Unidos devem fazer mais para combater os radicais islâmicos.

Nesse sentido, Ash Carter desloca-se esta terça-feira a Bruxelas onde vai tentar agendar uma reunião com os homólogos de 24 países da coligação internacional, incluindo membros da NATO e dos países do Golfo Pérsico, entre os quais o Iraque.

  • Marcelo de volta a casa após diagnóstico de gastroenterite aguda
    3:37
  • Saransk tanto anseia por Ronaldo que até lhe fizeram um vídeo e uma música
    3:07
  • Ronaldo no País dos Sovietes: Danças e cantares
    3:49
  • Portugal quer atrair imigrantes
    1:28

    País

    O Governo prepara-se para regularizar a situação de 30 mil imigrantes ilegais que vivem em Portugal. De acordo com a edição deste sábado do semanário Expresso, o Executivo pretende também abrir portas a 75 mil novos imigrantes por ano.