sicnot

Perfil

Daesh

Daesh

Daesh

Três mortos em ataque a hospital na Síria apoiado pelos Médicos Sem Fronteiras

Três pessoas morreram e seis ficaram feridas no bombardeamento aéreo de um hospital apoiado pelos Médicos Sem Fronteiras (MSF) em Tafas, no sul da Síria, anunciou hoje a organização em comunicado.

Desde março de 2011, início da guerra na Síria, 177 hospitais foram destruídos e perto de 700 profissionais de saúde foram mortos.

Desde março de 2011, início da guerra na Síria, 177 hospitais foram destruídos e perto de 700 profissionais de saúde foram mortos.

© Alaa Faqir / Reuters

"O ataque ao hospital, a cerca de 12 quilómetros da fronteira com a Jordânia, ocorreu na noite de 5 de fevereiro. Provocou danos no edifício e deixou inoperacional o muito utilizado serviço de ambulâncias", lê-se no comunicado.

Mais de 20.000 habitantes de Tafas, na província de Deraa, fugiram da localidade nos últimos dias devido aos bombardeamentos.

"O hospital foi a mais recente instalação médica a ser atingida numa série de ataques aéreos no sul da Síria", acrescentou, sem precisar quem realiza os ataques.

Em janeiro, uma organização humanitária síria informou que, desde o início da guerra, em março de 2011, 177 hospitais foram destruídos e quase 700 profissionais de saúde mortos.

E desde janeiro, segundo a MSF, 13 centros de saúde e hospitais foram atingidos por bombardeamentos.

Lusa

  • Queixas sobre comércio online dispararam em 2017

    Economia

    A Associação Portuguesa para a Defesa do Consumidor (Deco) recebeu 1.642 reclamações sobre compras feita pela internet em 2017, numa média de quatro queixas por dia, número que sobe para 8.538 no caso da rede social Portal da Queixa.

  • Tragédia em Vila Nova da Rainha aconteceu há uma semana
    7:18
  • Mais de 60% dos jovens não usam preservativo
    1:42
  • Doze meses de polémicas, ameaças e promessas
    3:52