sicnot

Perfil

Daesh

Grupo de Contacto para a Síria tenta relançar negociações de paz

Grupo de Contacto para a Síria tenta relançar negociações de paz

A Síria domina o dia na Europa. Em Munique, o Grupo de Contacto para a Síria debate os termos do relançamento das negociações de paz e de um cessar-fogo. Em Bruxelas, a Nato anunciou já o reforço da missão naval no Mar Egeu contra os traficantes de migrantes e o apoio à guerra ao Daesh.

  • Putin promete aos EUA cooperação na luta contra ao Daesh
    1:38

    Mundo

    A guerra na Síria e a tensão com a Turquia marcaram a conferência anual de Vladimir Putin. Mil e quatrocentos jornalistas ouviram novas e controversas declarações do Presidente russo, como acusações à Turquia de ter abatido o caça russo para agradar aos americanos ou a defesa do Nobel da Paz para Joseph Blatter..

  • Portugal contribui com 100 mil euros para Fundo Europeu de resposta à crise síria
    1:21

    Economia

    Portugal contribuiu com 100 mil euros para o Fundo de resposta à crise Síria. O valor foi hoje anunciado em Bruxelas, no final de uma reunião de ministros dos negócios estrangeiros, onde se discutiu a necessidade de fazer chegar ajuda humanitária às populações sírias cercadas pelo Daesh. Os Estados-membros prometeram 51 milhões de euros para o Fundo de resposta e as negociações de paz devem começar a 25 de janeiro, em Genebra.

  • Negociações para a paz na Síria poderão ser retomadas na 2ª feira
    2:05

    Mundo

    As negociações para a paz na Síria poderão ser retomadas já na próxima segunda-feira, com a presença em Genebra do presidente Bashar al Assad. Enquanto vários países tentam encontrar uma solução diplomática, as organizações não-governamentais apelam ao envolvimento de todos os que querem um desfecho rápido para um conflito a entrar no sexto ano. Mais de 120 ONG juntaram-se à ONU e à UNICEF num forte apelo ao fim do conflito armado.

  • Negociações para a paz na Síria começaram na sede da ONU
    1:33

    Mundo

    O enviado especial das Nações Unidas para a Síria disse, esta segunda-feira, que um cessar-fogo efetivo terá que ser um trabalho no terreno e com todos os envolvidos no conflito. O apelo do mediador foi feito no final da reunião que teve com os representantes da oposição síria nas negociações de paz que começaram, oficialmente, na Suíça. A oposição exige o afastamento de Assad e pede, por isso, o fim dos bombardeamentos aéreos da Rússia que apoiam as forças do Presidente.

  • Negócios do Fogo
    22:00
  • Direção da Raríssimas na Madeira demitiu-se em setembro
    1:58

    País

    Três representantes da Raríssimas na ilha da Madeira demitiram-se, em setembro, de costas voltas para a direção. A delegação da instituição na ilha começou em 2015 e fechou com as três demissões. Em entrevista à SIC, uma das antigas delegadas afirmou que todos os fundos angariados foram para a sede, em Lisboa, ficando depois sem dinheiro para pagar as despesas.

  • Deputado do PSD recusa vice-presidência da Raríssimas
    1:58

    País

    Nas reações políticas ao caso da Raríssimas, o PSD e CDS dizem que é preciso acionar todos os mecanismos legais apropriados para averiguar a situação. O deputado social-democrata, Ricardo Baptista Leite, que tinha sido convidado recentemente para vice-presidente da instituição, diz que já não há condições para tomar posse.

  • Turistas aproveitam nevão na Serra da Estrela
    1:23
  • Fortes nevões no norte da Europa
    0:59
  • Dezenas de feridos em protestos contra decisão de Trump em Israel
    1:55
  • A brincadeira de um youtuber que podia ter acabado mal

    Mundo

    Um jovem youtuber inglês enfiou a cabeça num saco de plástico, prendeu-a na parte interna de um microondas e encheu depois o eletrodoméstico com cimento. A brincadeira, que podia ter acabado de forma trágica, deixou o jovem completamente preso e obrigou à intervenção dos serviços de emergência.

    SIC

  • "Popeye" russo pode ter que amputar braços

    Mundo

    Um jovem russo injetou um óleo no corpo para conseguir ter músculos, mais propriamente nos seus braços, que já cresceram cerca de 25 centímetros. Contudo, segundo um médico, o procedimento pode levar à necessidade de amputação, deixando o jovem sem os membros.