sicnot

Perfil

Daesh

Daesh

Daesh

CIA afirma que Daesh já utilizou armas químicas

O grupo extremista Estado Islâmico já utilizou várias vezes armas químicas no campo de batalha e consegue fabricar pequenas quantidades de cloro e gás mostarda, denunciou hoje o diretor da CIA, John Brennan.

(Arquivo)

(Arquivo)

"Houve um certo número de vezes em que o grupo extremista Estado Islâmico utilizou armas químicas no campo de batalha" e a "CIA acha que o grupo tem capacidade de fabricar pequenas quantidades de cloro e gás mostarda", afirmou em entrevista à estação televisiva CBS.

John Brennan também avisou para a possibilidade do grupo tentar vender armas para o Ocidente para obter ganhos financeiros.

"Acho que há esse potencial. É por isso que é tão importante cortar as rotas de transporte e de contrabando que usam", afirmou.

Quando questionado sobre se havia "ativos norte-americano no terreno" à procura de possíveis esconderijos de armas químicas ou laboratório, John Brennan respondeu que a CIA está "ativamente envolvida nos esforços para destruir o grupo Estado Islâmico e obter o máximo conhecimento sobre o que têm no terreno da Síria e do Iraque".

A entrevista de Brennan ocorre dois dias depois de comentários semelhantes feitos pelo conselheiro do Presidente norte-americano para assuntos de informações, relacionados com a segurança nacional, James Clapper, a uma comissão do congresso.

"O Estado Islâmico usou produtos químicos e tóxicos no Iraque e na Síria, incluindo gás mostarda", afirmou terça-feira James Clapper.

James Clapper informou também que é a primeira vez que um grupo extremista produziu e usou um agente de guerra químico desde o ataque realizado com gás sarin no metro de Tóquio, em 1995.

Lusa

  • PSD está a "perder terreno" na escolha de candidato a Lisboa
    1:46

    País

    Quem o diz é Luís Marques Mendes: o PSD perde na demora da escolha de um candidato para a Câmara de Lisboa. O líder Passos Coelho rejeita apoiar a candidatura de Assunção Cristas e garante que o partido vai ter um candidato próprio. Segundo o comentador da SIC, o último convite foi dirigido a José Eduardo Moniz.

  • Trump não escreve todos os tweets, mas dita-os

    Mundo

    O Presidente eleito dos EUA não escreve todos os tweets que são publicados na sua conta desta rede social, mas dita-os aos seus funcionários. Numa entrevista a um ex-secretário de Estado britânico, Donald Trump explica como usa a sua conta e garante que depois de ser investido Presidente, vai continuar a usar o Twitter para defender-se da "imprensa desonesta".

  • Depressão pode ser mais prejudicial para o coração do que a hipertensão

    Mundo

    Um estudo recente estabelece uma nova ligação entre depressão e distúrbios cardíacos. De acordo com a investigação publicada na revista Atheroscleroses, o risco de vir a sofrer de uma doença cardíaca grave é quase tão elevado para os homens que sofram de depressão, do que para os que tenham colesterol elevado ou obesidade, e pode mesmo ser maior do que para os que sofram de hipertensão.

  • "Estar na Web Summit foi dizer em empreendedorês: estamos vivos, estamos aqui!"

    Web Summit

    No seguimento da entrevista à blogger Sara Riobom, que conhecemos durante a WebSummit, trazemos a história de outro jovem português (que não trabalha sozinho) que esteve no evento, em Lisboa, a promover a sua startup. Quis o acaso e as peripécias do direto e do destino que acabasse por receber um visitante ilustre e especial no seu stand: nada mais nada menos do que o primeiro-ministro, António Costa. Recentemente estiveram no Shark Tank, onde conseguiram captar a atenção de um dos “tubarões” do programa da SIC. Mas o que queremos saber é…

    Martim Mariano