sicnot

Perfil

Daesh

Daesh

Daesh

Daesh reivindica duplo atentado em Damasco que fez mais de 60 mortos

O grupo extremista do Estado Islâmico reivindicou hoje o duplo atentado suicida perto de um santuário no sul de Damasco, na Síria, que fez pelo menos 62 mortos, segundo o Observatório Sírio de Direitos Humanos.

© Omar Sanadiki / Reuters

Esta organização tinha já adiantado que houve quatro explosões perpetradas na zona de Sayida Zeinab, de maioria xiita, na periferia sul de Damasco.

Na altura, o Observatório Sírio de Direitos Humanos tinha dado conta de pelo menos 31 mortes, mas admitiu que o número podia aumentar, tendo em conta a gravidade dos feridos.

O Observatório disse que duas das explosões foram provocadas por terroristas suicidas e que as outras duas tiveram origem num carro bomba ou noutro artefacto.

A estação televisiva estatal, por seu lado, noticiou que "os ataques aconteceram quando os alunos estavam a sair da escola", acrescentando que "vários foram mortos".

Lusa

  • "Nobel é um incentivo para toda uma nação"
    1:19

    Mundo

    O Presidente da Colômbia Juan Manuel dos Santos recebeu ao início da tarde na Noruega o prémio pelo trabalho que desenvolveu junto das Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia, FARC. As cerimónias são este sábado e marcadas pela ausência do Nobel da Literatura, Bob Dylan.

  • Os negócios menos claros do filho de Pinto da Costa
    1:55

    Football Leaks

    Com o escândalo dos agentes de futebol a dar que falar, o Expresso revela este sábado os negócios menos claros do filho de Pinto da Costa. O nome da empresa de que é administrador, a Energy Soccer, surge na investigação em transferências de jogadores que envolvem o Futebol Clube do Porto num conflito de interesses.