sicnot

Perfil

Daesh

Daesh

Daesh

Síria aceita cessar-fogo

O regime de Damasco anunciou hoje que aceitava a proposta russo-norte-americana de cessar-fogo na Síria, mas que ia continuar a combater os "grupos terroristas" como o Daesh (autodenominado Estado Islâmico-EI) e a Frente Al-Nusra, excluídos do acordo.

Damasco, Síria

Damasco, Síria

© Omar Sanadiki / Reuters

"A República Árabe Síria anuncia que aceita a cessação das hostilidades, com base na continuação das operações militares para lutar contra o terrorismo do Daesh , a Frente al-Nusra e os outros grupos terroristas que estão relacionados, em conformidade ao anúncio russo-norte-americano", indicou o Ministério dos Negócios Estrangeiros sírio, em comunicado.

"Para garantir o êxito do fim das hostilidades, previsto no sábado, o Governo sírio está pronto a coordenar-se com o lado russo para determinar quais são as regiões e os grupos armados que serão incluídos no cessar-fogo", acrescentou o ministério.

O acordo russo-norte-americano exclui o EI, Al-Nusra (ramo sírio da rede terrorista Al-Qaeda), mas também organizações classificadas como terroristas pelo Conselho de Segurança da ONU e não identificadas no texto.

Desde o início da guerra na Síria, em 2011, o regime não faz qualquer distinção entre militantes, rebeldes e 'jihadistas', todos classificados como terroristas.

Lusa

  • Divorciados vão poder dividir filhos no IRS 

    Economia

    Os divorciados vão passar a poder dividir os filhos no IRS (imposto sobre o rendimento singular) e o Governo está a estudar soluções para que em 2018 haja um novo sistema para lidar com a guarda conjunta de filhos.

  • "Os governos são diferentes mas o povo é o mesmo"
    0:45

    Economia

    O Presidente da República atribui o resultado do défice do ano passado ao espírito de sacrifício do povo português. Num jantar em Coimbra para assinalar o Dia do Estudante, Marcelo Rebelo de Sousa considerou ainda que o valor do défice de 2016 é a prova de que com governos diferentes conseguem-se os mesmos objetivos.

  • Recuo na saúde é primeira derrota de peso para Donald Trump
    1:18

    Mundo

    O Presidente norte-americano sofreu esta sexta-feira uma derrota de peso. O líder da Câmara dos Representantes retirou a proposta do plano de saúde de Trump, que se preparava para um chumbo na câmara baixa do Congresso. Para já, mantém-se o Obamacare.

  • Pai do piloto da Germanwings defende inocência do filho

    Mundo

    O pai de Andreas Lubitz declarou esta sexta-feira que o filho não é o responsável pelo embate do avião da Germanwings contra um local montanhoso, que fez 150 mortos. O Ministério Público alemão concluiu em janeiro que o incidente em 2015 foi apenas da responsabilidade do piloto.