sicnot

Perfil

Daesh

Daesh

Daesh

Aumentou o número de mulheres que se juntam ao Daesh

O comité antiterrorista da ONU alertou hoje para o aumento do número de mulheres europeias, adultas e jovens, que se estão a juntar a grupos terroristas, incluindo os extremistas do Daesh.

© Ibraheem Abu Mustafa / Reuter

Segundo um relatório hoje apresentado, cerca de 550 mulheres europeias viajaram para território controlado pelo grupo extremista Daesh e, em alguns países, representam entre 10 e 20% dos chamados "combatentes estrangeiros".

"As mulheres estão a desempenhar funções importantes nos movimentos terroristas desde há muito tempo. No entanto, dada a magnitude da sua participação na prática de atos de terrorismo e de extrema violência, é preciso fazer uma análise mais séria e urgente", refere o documento.

O diretor-executivo do comité, Jean-Paul Laborde, disse, em conferência de imprensa, que o número de jovens mulheres que prometem fidelidade ao grupo extremista através da Internet aumentou.

No total, a ONU calcula que pelo menos 30.000 pessoas deixaram os seus países para se juntarem a organizações terroristas, a maior parte das quais na Síria e no Iraque.

No relatório, o comité manifesta também preocupação com os combatentes estrangeiros que regressam aos seus países de origem.

A maior parte deles não participou em ações terroristas, mas foram bem treinados, o que os torna mais perigosos.

O comité antiterrorista da ONU recomenda aos países para considerarem alternativas à prisão daqueles "combatentes estrangeiros", que regressam ao seu país e que não cometeram delitos graves.

As prisões são um lugar seguro para os terroristas trocarem informações e recrutarem novos membros, sublinha o documento.

Lusa

  • Exército sírio continua os combates contra o Daesh em Alepo

    Daesh

    Pelo terceiro dia consecutivo o exército sírio continua os combates contra o Estado Islâmico em Alepo. Numa das principais estradas da província síria de Alepo, na cidade estratégica de Khanaser, um video amador hoje divulgado mostra vários soldados mortos pelos combatentes jihadistas.

  • Número de mortos em duplo atentado em Homs sobe para 150
    1:30

    Daesh

    Na Síria, o domingo ficou marcado por seis atentados que fizeram mais de 150 vítimas mortais. A sul de Damasco, o alvo foi um mausoléu xiita onde está sepultada uma neta de Maomé. Em Homs, as explosões atingiram um bairro já atacado o mês passado. Os ataques coincidiram com o anúncio de um novo acordo de cessar-fogo.

  • Síria aceita cessar-fogo

    Daesh

    O regime de Damasco anunciou hoje que aceitava a proposta russo-norte-americana de cessar-fogo na Síria, mas que ia continuar a combater os "grupos terroristas" como o Daesh (autodenominado Estado Islâmico-EI) e a Frente Al-Nusra, excluídos do acordo.

  • Negócios do Fogo
    22:00
  • Direção da Raríssimas na Madeira demitiu-se em setembro
    1:58

    País

    Três representantes da Raríssimas na ilha da Madeira demitiram-se, em setembro, de costas voltas para a direção. A delegação da instituição na ilha começou em 2015 e fechou com as três demissões. Em entrevista à SIC, uma das antigas delegadas afirmou que todos os fundos angariados foram para a sede, em Lisboa, ficando depois sem dinheiro para pagar as despesas.

  • Deputado do PSD recusa vice-presidência da Raríssimas
    1:58

    País

    Nas reações políticas ao caso da Raríssimas, o PSD e CDS dizem que é preciso acionar todos os mecanismos legais apropriados para averiguar a situação. O deputado social-democrata, Ricardo Baptista Leite, que tinha sido convidado recentemente para vice-presidente da instituição, diz que já não há condições para tomar posse.

  • Turistas aproveitam nevão na Serra da Estrela
    1:23
  • Fortes nevões no norte da Europa
    0:59
  • Dezenas de feridos em protestos contra decisão de Trump em Israel
    1:55
  • A brincadeira de um youtuber que podia ter acabado mal

    Mundo

    Um jovem youtuber inglês enfiou a cabeça num saco de plástico, prendeu-a na parte interna de um microondas e encheu depois o eletrodoméstico com cimento. A brincadeira, que podia ter acabado de forma trágica, deixou o jovem completamente preso e obrigou à intervenção dos serviços de emergência.

    SIC

  • "Popeye" russo pode ter que amputar braços

    Mundo

    Um jovem russo injetou um óleo no corpo para conseguir ter músculos, mais propriamente nos seus braços, que já cresceram cerca de 25 centímetros. Contudo, segundo um médico, o procedimento pode levar à necessidade de amputação, deixando o jovem sem os membros.